Cachorro infectado pelo coronavírus é sacrificado nos EUA

CORONAVÍRUS

Geral

Cachorro infectado pelo coronavírus é sacrificado nos EUA

O cachorro infectado, tinha condição crônica de saúde e por isso precisou ser sacrificado

Foto: divulgação/ tjes
Foto ilustrativa

Um cachorro infectado pelo coronavírus na Carolina do Sul, nos Estados Unidos (EUA), foi sacrificado na última quinta-feira (16), de acordo com informações da Universidade Clemson.

De acordo com o médico veterinário Boyd Parr, um outro médico particular decidiu testar o cachorro após um de seus donos ter testado positivo para o coronavírus e o resultado deu positivo.

O cachorro infectado, tinha condição crônica de saúde e por isso precisou ser sacrificado.

“Com base no conhecimento atual, continua não tendo evidências de que os animais de estimação tenham um papel significativo na disseminação do SARS-CoV-2 para as pessoas”, disse o médico veterinário. Entretanto, conforme Parr, continua sendo uma boa ideia restringir o contato dos infectados pelo vírus com animais de estimação, assim como é feito com as pessoas.

O cachorro com coronavírus é um dos 13 animais que foram infectados no país, incluindo um leão e um tigre, conforme o Departamento de Agricultura dos EUA.

Os animais adoeceram após entrarem em contato com pessoas que tinham o vírus, de acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças.

O caso do cachorro com coronavírus deve continuar sendo investigado para garantir que qualquer informação relevante sobre animais contraírem o vírus seja documentado.

*Com informações do Portal R7