• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Doze unidades vão fazer testes para vacina contra o coronavírus no Brasil

CORONAVÍRUS

Geral

Doze unidades vão fazer testes para vacina contra o coronavírus no Brasil

A previsão é de que a imunização seja distribuída gratuitamente pelo SUS

Foto: Dado Ruvic

O governador de São Paulo João Doria afirmou nesta quarta-feira (1º) que foram definidos os 12 centros de pesquisa que realizarão os testes da vacina contra o novo coronavírus no Brasil, coordenados pelo Instituto Butantan. Nove mil voluntários vão participar da fase de testes em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná.

Em São Paulo, foram definidos os centros hospitalares do Hospital das Clínicas (USP), Emílio Ribas, Albert Einstein, Universidade de São Caetano do Sul, Hospital das Clínicas da Unicamp, São José de Ribeirão Preto e o Centro de Saúde Escola da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto.

Nos demais estados, os centros médicos serão os da Universidade de Brasília, Insitituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, Centro de Pesquisa de Fármacos da Universidade Federal de Minas Gerais, Hospital São Lucas da PUC-RS e o Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Paraná.

A Anvisa deve divulgar liberação, ainda nesta semana, para que os centros iniciem os testes em São Paulo. A capacidade de produção do instituto Butantan da vacina é de 100 milhões de unidades.

O Instituto Butantan realizará a fase três de estudos clínicos. "Nessa fase serão necessários os centros clínicos para recrutamento. Uma pessoa recebe a vacina, outra recebe o plascebo e isso é acompanhado por um organismo internacional", afirmou Dimas Covas, presidente do Instituto. "A escolha dos centros se deu por já participarem de outros esforços, todos ligados a instituições com experiência em estudos clínicos."

* Com informações do R7.com