• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Fora do grupo de risco alto, comércio de Viana cumpre novas regras a partir desta segunda

CORONAVÍRUS

Geral

Fora do grupo de risco alto, comércio de Viana cumpre novas regras a partir desta segunda

Boa Esperança, Divino de São Lourenço, Fundão, Guaçuí, João Neiva, Montanha, Mucurici, Ponto Belo e Santa Teresa também foram para o risco moderado

Foto: divulgação Prefeitura de Viana

O 13º mapa de Gestão de Risco, do Governo do Estado, entra em vigor a partir desta segunda-feira (13). Uma das novidades, é que o município de Viana é o primeiro da Grande Vitória a sair do risco alto e ir para o risco moderado. Com isso, o comércio da cidade passa a cumprir regras diferentes daquelas que já eram cumpridas há 12 semanas.

Juntamente com Boa Esperança, Divino de São Lourenço, Fundão, Guaçuí, João Neiva, Montanha, Mucurici, Ponto Belo, Santa Teresa - que também voltam para o risco moderado nesta semana - e outros 27 municípios, Viana não terá mais revezamento no comércio, que passa a funcionar, diariamente, entre 10h e 18h e também aos sábados até as 16h. Antes, o horário limite é às 16h e é proibido abrir nos fins de semana. Regra que permanece nas cidades de risco alto.

Além disso, com a nova matriz, também há alteração das regras para o funcionamento de lanchonetes e restaurantes. Nos municípios classificados como risco baixo, não haverá mais limitação do horário de funcionamento. Nas cidades com risco moderado, os estabelecimentos poderão funcionar entre 10 horas e 18 horas e também aos sábados, até às 16 horas. Nas cidades de risco alto, será permitido o funcionamento até às 18 horas, de segunda a sexta-feira.

Os critérios de funcionamento das academias de ginástica nos municípios de risco moderado também sofrem alteração. A partir desta semana, os estabelecimentos não estarão mais limitados ao atendimento de até cinco alunos, de forma simultânea, mediante agendamento. A regra permanece em vigor nas cidades classificadas como risco alto. No entanto, todos os municípios devem continuar a seguir o protocolo de distanciamento mínimo entre os usuários.

Mapa de Risco

O mapa de risco segue orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle, composta pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Espírito Santo (CBMES) , Defesa Civil, Secretaria de Saúde do Estado (SESA), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), UFES e IFES.

Foto: Divulgação

RISCO ALTO: Afonso Cláudio, Águia Branca, Alto Rio Novo, Anchieta, Apiacá, Aracruz, Atílio Vivácqua, Baixo Guandu, Brejetuba, Bom Jesus do Norte, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Colatina, Guarapari, Ibiraçu, Iconha, Itapemirim, Iúna, Jerônimo Monteiro, Linhares, Marataízes, Marechal Floriano, Marilândia, Mimoso do Sul, Muqui, Nova Venécia, Pinheiros, Piúma, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, São Gabriel da Palha, São Domingos do Norte, São José do Calçado, Serra, Sooretama, Venda Nova do Imigrante, Vila Valério, Vila Velha e Vitória.

RISCO MODERADO: Água Doce do Norte, Alegre, Alfredo Chaves, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Dores do Rio Preto, Ecoporanga, Fundão, Governador Lindenberg, Guaçuí, Ibatiba, Ibitirama, Irupi, Itaguaçu, Itarana, Jaguaré, João Neiva, Laranja da Terra, Mantenópolis, Montanha, Mucurici, Muniz Freire, Pancas, Pedro Canário, Ponto Belo, Rio Bananal, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Mateus, São Roque do Canaã, Vargem Alta, Viana e Vila Pavão.