Guarapari: Moradores de Perocão planejam manifestação contra ida do Centro Pop para o bairro

Geral

Guarapari: Moradores de Perocão planejam manifestação contra ida do Centro Pop para o bairro

De acordo com moradores, a Prefeitura havia prometido que nas instalações funcionaria uma creche; O Município afirma que não havia espaço o bastante para a instalação da Unidade de Educação Infantil

Foto: Leitor

Moradores do Perocão planejam uma manifestação para próxima segunda-feira (03), às 16h. O ato é motivado pela insatisfação da comunidade com a transferência do Centro de Referência Especializado de Assistência Social para População de Rua (Centro Pop) para o bairro. De acordo com os moradores, a Prefeitura de Guarapari havia garantido que, no local, funcionaria uma creche.

Renato Ferraz reside no Perocão e é um dos moradores insatisfeitos com a transferência do Centro Pop para o local. Segundo ele, a construção, localizada na Avenida Dalva Simões Rocha, seria utilizada para a implementação da primeira creche no bairro. “O próprio prefeito havia nos prometido que funcionaria uma creche no local, mas eles mudaram os planos sem qualquer tipo de consulta a comunidade e nós não estamos de acordo com a mudança”, relata.

O morador explica que são dois os motivos de descontentamento da comunidade com a decisão tomada pelo Executivo municipal. “Para a realidade do bairro, uma creche é muito mais útil. Porque várias mães precisam trabalhar e não têm onde deixar os filhos. Além disso, não existem moradores de rua no bairro, então não temos demanda para o Centro Pop. O correto seria que ele fosse instalado nos bairros onde se concentra a população de rua, como Muquiçaba, Centro e Praia do Morro”, afima.

Renato conta ainda que os moradores do bairro se preocupam com a segurança pública, com o funcionamento do Centro Pop no local. “Nós compreendemos que o bairro não está preparado para receber moradores de rua, por já possuir pontos de droga e criminalidade. O objetivo do Centro Pop é oferecer assistência para essas pessoas, mas se não houver um acompanhamento, a criminalidade pode aumentar”.

Diante disso, procuramos a Prefeitura de Guarapari para questionar: Por que o Centro Pop será transferido para o bairro Perocão? No bairro, há demanda para assistência a pessoas em situação de rua? Há previsão de quando a comunidade de Perocão ganhará a creche?

Por meio de nota, o Município informou:

“A Secretaria Municipal de Trabalho, Assistência e Cidadania (Setac) informa que o município realizou o estudo de viabilidade para a aquele imóvel, comprovando que ele atende aos requisitos prescritos na legislação. Um desses critérios é a acessibilidade. O terreno fica próximo ao ponto de ônibus e apresenta fácil acesso para que os moradores em situação de rua possam chegar.

O município possui uma grande demanda e conforme a lei, precisa ter uma sede própria para o Centro Pop. Tudo o trabalho tem sido acompanhado pelo Ministério Público e o espaço é de extrema necessidade e ideal para a execução do serviço assistencial aos moradores em situação de rua.

A Secretaria Municipal de Educação informa que a área citada não possuía tamanho suficiente para construção de uma Unidade de Educação Infantil com os espaços pedagógicos adequados, o Município utilizará uma outra área próxima, com aproximadamente 1.500m², no bairro Perocão, para a construção da Creche. O Projeto está em andamento, contendo seis salas de aula, refeitório, pátio coberto, brinquedoteca, playground, área para estacionamento, entre outros. Há previsão de licitação ainda neste ano e a entrega da obra em 2021.”

De acordo com moradores, a Prefeitura de Guarapari não informou a data de inauguração do Centro Pop, contudo, é possível perceber que a reforma do espaço encontra-se em estágio final. Por isso, a manifestação está marcada para segunda-feira (03), às 16h, em frente ao local.

Texto: Nicolly Credi-Dio