Selo 'Produto 100% Capixaba' valoriza marcas do Estado e destaca produção no mercado nacional

Geral

Selo 'Produto 100% Capixaba' valoriza marcas do Estado e destaca produção no mercado nacional

A iniciativa é da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), por meio da Câmara Setorial de Alimentos e Bebidas; cerca de 20 produtos já garantiram a acreditação

Foto: Divulgação / Pexel

Empresas do Espírito Santo podem ganhar um reforço para ter ainda mais visibilidade e valorização. O produtos feitos aqui no Estado agora têm um selo, indicando que são 100% capixabas, tendo assim, mais reconhecimento no mercado nacional. Cerca de 20 empresários já garantiram o selo para suas produções.

A acreditação mostra o padrão de qualidade, segurança e o grau de inovação ou experiência de consumo dos produtos da nossa terra, criando marcas fortes e fidelizando mais consumidores.

Para receber o selo, os segmentos de alimentação e bebida precisam estar associadas ao seu respectivo sindicato e se adequar aos requisitos básicos. Não há nenhuma taxa de adesão. 

A iniciativa é da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), por meio da Câmara Setorial de Alimentos e Bebidas, em conjunto com os sindicatos. A validação dos requisitos é realizada pelo sindicato e submetida para aprovação de um Conselho Controlador.

“Faz parte da nossa lista de objetivos fazer com que a população identifique nos estabelecimentos comerciais quais produtos são capixabas e deem preferência no ato da compra. A indústria capixaba de alimentos e bebidas produz produtos de grande qualidade e a população capixaba precisa tomar conhecimento. E o selo vai exatamente ao encontro deste objetivo de valorização do produto capixaba”, comenta o executivo Fábio Dias.

Destaque em supermercados

Uma das estratégias para divulgar estes produtos é de que aqueles que tiveram o selo de '100% Capixaba' podem estar nas gôndolas ou seções específicas nos supermercados, a exemplo do que já ocorre hoje em relação a produtos sem lactose ou sem glúten. Desta forma, seria possível identificar e estimular a população a comprar produtos locais.

“Queremos criar uma identidade para o produto capixaba e uma aproximação maior com os meios reguladores, pois existe muita informalidade no nosso setor. Uma de nossas metas é criar uma integração e articulação maior entre os setores que compõem essa cadeia desde o produtor, a indústria, o comerciante e o consumidor”, alerta o presidente da Câmara de Alimentos e Bebidas, Vladimir Rossi.

Regularização

Para fazer a solicitação do selo, o empresário pode verificar, na página da Findes, a listagem de documentos necessários e o regulamento que explica todos os prazos e fluxos para o uso da marca. 

Além da apresentação de comprovantes de documentos oficiais, é preciso preencher um termo de autorresponsabilidade assumindo total responsabilidade quanto à segurança na produção, armazenagem e transporte dos produtos pleiteados; e sua fabricação total em solo capixaba.