ES espera queda de internações com avanço da vacinação entre pessoas com mais de 30 anos

Geral

ES espera queda de internações com avanço da vacinação entre pessoas com mais de 30 anos

Em coletiva virtual, Nésio Fernandes apontou que a expectativa é que no mês de agosto haja 150 pacientes com a doença atendidas nas UTIs da rede pública

Marcelo Pereira

Redação Folha Vitória
Foto: Diego Simão/TV Vitória

O Espírito Santo vive uma expectativa de queda significativa de internações de covid-19 com o avanço da vacinação entre quem tem 30 anos ou mais. A informação foi dada pelo secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, numa coletiva virtual à imprensa na tarde desta segunda-feira (12).

Na análise de Nésio, a maior porcentagem de população imunizada reflete diretamente numa diminuição de ocupação de leitos de UTI. O que é visto no Brasil também começa a ser sentido no Estado. "Essa queda de casos, internações e óbitos é resultado, principalmente, da cobertura da primeira dose, a D1. No Brasil, acima de 50% da cobertura vacinal da D1 alcançada já se passa a vivenciar esses resultados no desempenho dos efeitos dessas vacinas no controle especial de casos, internações e óbitos", frisou, lembrando que o estado registra 60% da população imunizada com a primeira dose. 

Menos pacientes

Ele também apontou que no Espírito Santo, 98,66% dos óbitos ocorreram em pessoas com mais de 30 anos. "A vacinação alcançando essa população, que mais evoluiu a óbitos e internações hospitalares, pode ter efeitos importantíssimos. Dessa maneira, nós temos a expectativa de que, até o final de agosto, teremos em torno de 150 pacientes internados em UTI na rede pública do Estado, que representará a consolidação da queda", informou. 

Atualmente, a taxa de ocupação de leitos de UTI para covid-19 está em 54,55%. Segundo o Painel de Ocupação de Leitos da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), nesta segunda (12), havia 418 pacientes internados. 

Leia também: Presidiários e trabalhadores da indústria serão vacinados nesta semana; confira próximos grupos