Piolhos de pombos voltam a incomodar no interior de escola em Coroado

Geral

Piolhos de pombos voltam a incomodar no interior de escola em Coroado

No ano de 2018 o mesmo problema estava acontecendo na creche do local

Aline Couto

Redação Folha da Cidade
Foto: Denunciante

O pedagogo Thiago Menário, funcionário da Escola Municipal de Ensino Fundamental – EMEF Eliziário Lourenço Dias, no Complexo do Caic no bairro Coroado, denunciou que no interior da escola há uma infestação de piolhos de pombos. “A situação tem provocado alergias e deixando as pessoas empoladas, alunos e funcionários. Eu, por exemplo, estou com corpo empolado e trabalhando com piolhos na sala”, contou.

Segundo Thiago, a Secretaria Municipal da Educação – SEMED e o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) já foram notificados, mas ainda nenhuma providência foi tomada. “É um descaso muito grande da gestão para com a saúde dos servidores e alunos”.

Denúncia antiga

Em 2018 o jornal FolhaOnline.es fez uma matéria sobre o mesmo problema. Na época a infestação estava acontecendo na creche do Complexo causando alergia nas crianças. A resposta da prefeitura na ocasião dizia que o órgão havia adotado todas as providências e o CCZ realizado o atendimento no local com visitas técnicas e desinsetização do espaço. E que as equipes fizeram monitoramento e inspeção na escola.

Foto: Denunciante

O que a prefeitura diz

Diante da nova denúncia, a Prefeitura de Guarapari foi novamente procurada e questionada: A escola continuou sendo monitorada e inspecionada após o episódio de 2018? Aconteceram outras desinsetizações no local? Por que o problema ainda permanece? Quais os motivos da Semed e do CCZ ainda não terem tomado nenhuma providência após a notificação da escola?

A resposta veio através de nota:

A Secretaria Municipal da Educação (SEMED) informa que atua em conjunto com a equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), realizando vistorias e desinsetização de forma periódica no Complexo Caic, onde fica localizada a EMEF Eliziário Lourenço Dias. O setor de Rede Física da SEMED realiza intervenções constantes no telhado da escola, para fechamento de frestas por onde os pombos costumam se acomodar, como acontece em construções e residências da região.

Ressaltamos que o episódio dos piolhos de pombos foi notificado nessa quarta-feira (07), pela direção da escola à Semed e já foi agendada para hoje a vistoria do CCZ e do Setor de Rede Física para providências imediatas, como é feito regularmente.