Frente fria assusta moradores, causa fortes rajadas de ventos e faz avião arremeter na Grande Vitória

Geral

Frente fria assusta moradores, causa fortes rajadas de ventos e faz avião arremeter na Grande Vitória

De acordo com informações passadas pela assessoria da Infraero, um avião da empresa Azul vindo de Confins para Vitória teve que arremeter por conta das rajadas de ventos

A grande nuvem assustou os capixabas na manhã desta terça-feira Foto: Divulgação

Uma grande nuvem deixou os capixabas assustados na manhã desta terça-feira (05), na Grande Vitória. Muitos internautas fizeram fotos e vídeos do fenômeno que foi visto no céu de algumas cidades. 

Veja a galeria de fotos. Clique aqui.

A explicação do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), é de que a nuvem apareceu por conta da passagem da frente fria que já estava prevista para o Estado para esta terça-feira (05). A diferença é que antes o vento estava soprando do Continente e agora ele vem do mar. Segundo o instituto, quando esses dois ventos se encontraram, eles acabaram formando essa grande nuvem densa e carregada, popularmente conhecido como “nuvem rolo”. A nuvem acompanha normalmente frentes frias ou tempestades. “A formação dessa nuvem envolve o contraste entre massas de ar de diferentes tipos, temperaturas, umidade, densidade e o forte cisalhamento do vento, ou seja, a brusca mudança de direção e velocidade. Os ventos sopram de direções diferentes na base e no topo da nuvem, dando o formato de rolo típico deste tipo de nuvem, disposta na forma de um arco alongado. Essas nuvens se formam normalmente sobre o oceano e bem próximas às regiões litorâneas”, disse o meteorologista do Incaper, Bruce Pontes.

Um avião da empresa Azul vindo de Confins para Vitória teve que arremeter por conta das rajadas de ventos fortes que estavam sobre o Aeroporto de Vitória. A Infraero informou que, com a passagem da nuvem, o avião teve que pousar 15 minutos após o horário previsto.

Nuvem misteriosa é flagrada no céu do Espírito Santo

Céu escuro e ventania assustam capixabas na manhã desta terça-feira

O telhado de uma loja ficou destruído devido as rajadas de vento Foto: Divulgação

Loja destelhada

Com as fortes rajadas de ventos, o telhado de uma loja na Praia do Suá, em Vitória ficou destruído. 

A imagem foi encaminhada por um internauta através do WhatsApp do Folha Vitória. 

Rajadas fortes de vento

A força dos ventos associada à frente de rajada tem causado alguns transtornos nas localidades em que este sistema meteorológico vem atuando. Informações preliminares apontam que, em Presidente Kennedy, no litoral Sul do Estado, por volta das 7 horas, a estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) registrou rajadas de aproximadamente 59 km/h. Em Alfredo Chaves, por volta de 8 horas, a estação pertencente ao INMET instalada na Fazenda Experimental do Incaper, registrou aproximadamente 44 km/h.

Na capital do Espírito Santo, Vitória, o valor observado na estação do INMET instalada no campus Goiabeiras da UFES foi de 52 km/h, por volta das 9 horas. Na ponte que liga a capital ao município de Vila Velha, o equipamento instalado pela concessionária registrou um valor de aproximadamente 74 km/h.

Ao longo do dia, a passagem da frente fria pelo Estado favorece as condições de ventos moderados pelo litoral, e há previsão de chuva fraca em alguns trechos.

Previsão para a semana

Esta terça-feira (5) começou com sol na região Sul e no Sul das regiões Serrana e Grande Vitória, mas a nebulosidade aumenta já no fim da manhã por causa da passagem de uma frente fria. Há possibilidade de chuva fraca e chuviscos entre a tarde e a noite nessas localidades. As demais áreas da Grande Vitória, divisa da região Serrana com a Grande Vitória e o litoral Norte têm aumento de nuvens à noite, quando pode chover de forma fraca e rápida. As demais áreas da região Nordeste e o Centro-leste da região Norte têm um dia de sol e poucas nuvens, sem chuva. Na região Noroeste e demais áreas da região Serrana e Norte, sol pela manhã e pequena chance de chuva isolada e rápida entre a tarde e a noite. O vento sopra com moderada intensidade em todo o litoral, mas podem ocorrer algumas rajadas fortes. As temperaturas variam entre 8 °C e 28 °C na região Serrana e vão de 10 °C a 33 °C nas demais regiões.

A frente fria se afasta rapidamente do Espírito Santo, já na quarta-feira (06). Ainda assim, os ventos marítimos fazem o dia ter períodos de nublado a encoberto com possibilidade de chuviscos no início da manhã e também à noite no litoral capixaba e nas vizinhanças de Alfredo Chaves. O sol aparece entre nuvens nas demais regiões, mas não chove. A temperatura volta a cair em todo o Estado. O vento sopra com até moderada intensidade no litoral norte. O mar se agita um pouco em algumas praias do estado. As temperaturas variam entre 7 °C e 25 °C na região Serrana e vão de 9 °C a 30 °C nas demais regiões.

A quinta-feira (07) tem predomínio de sol em todo o Estado por causa da atuação de um sistema de alta pressão. Existe uma pequena chance de chuva fraca entre a madrugada e o começo da manhã da Grande Vitória à região Nordeste, abrindo com sol ainda pela manhã. As temperaturas seguem amenas, mesmo com o predomínio de sol. O mar perde agitação, que ainda deve persistir em alguns trechos do litoral. As temperaturas variam entre 7 °C e 26 °C na região Serrana e entre 9 °C e 30 °C nas demais regiões.

Para a sexta-feira (8), haverá predomínio de sol em todo o Espírito Santo. Pela manhã, maior variação de nuvens na metade norte e na região Serrana, mas sem expectativa de chuva. No sábado (9) também haverá sol em todo o Estado. Pela manhã, maior variação de nuvens ao norte do vale do Rio Doce, mas sem chuva. As temperaturas neste período devem variar entre 6 °C e 27 °C na região Serrana e entre 9 °C e 32 °C nas demais regiões.