Obama admite que houve torturas após o 11/9

Geral

Obama admite que houve torturas após o 11/9

Redação Folha Vitória

Washington, 02/08/2014 - Na mesma entrevista em que falou sobre Gaza e criticou o Hamas, o presidente Barack Obama disse que a CIA torturou presos suspeitos de atos terroristas após os ataques do 11 de setembro de 2001. "Nós fizemos algumas coisas que eram erradas. Fizemos várias coisas certas, mas nós torturamos umas pessoas. Nós fizemos coisas que contrariavam nossos valores", declarou.

Obama fez o comentário quando se referia a relatório do Senado sobre as atividades da agência de inteligência no período posterior aos atentados. O documento ainda é confidencial.

"Entendo o que aconteceu", disse, lembrando o medo causado pela ação coordenada de terroristas, que usaram aviões de passageiros para atingir o World Trade Center e o Pentágono (uma outra aeronave caiu na Pensilvânia). Segundo ele, havia uma "enorme pressão" sobre as forças de segurança, mas "houve excesso e o país deve assumir a responsabilidade". Obama foi alvo de críticas no Twitter pela expressão casual que utilizou para se referir ao assunto: "we tortured some folks" (torturamos uns caras, em tradução livre).

No fim da tarde, esse era o oitavo hashtag mais popular no microblog. Na quinta-feira, a CIA reconheceu que seus agentes acessaram computadores do Senado em busca de informações relacionadas ao relatório. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.