• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chuva em São Paulo afeta metrô e causa congestionamento

Geral

Chuva em São Paulo afeta metrô e causa congestionamento

São Paulo - A capital paulista amanheceu cinzenta nesta quinta-feira, 27, com chuva que varia de leve a moderada em todas as regiões. O tempo chuvoso afetou a circulação de trens do Metrô e causou congestionamentos acima da média na capital paulista.

As linhas 2-Verde, 3-Vermelha e 5-Lilás do Metrô operavam com velocidade reduzida por volta das 12 horas. A cidade também registrava 135 quilômetros de lentidão no mesmo horário, segundo dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). O valor representa 18% das vias monitoradas pela CET e é superior à média para o horário (7,5%).

A previsão aponta que as precipitações vão parar até o final do dia, segundo a meteorologista do Climatempo, Fabiana Weykamp. O índice de umidade do ar está em cerca de 70%.

A cidade de São Paulo enfrenta um período de instabilidade por causa do deslocamento de uma frente fria que atravessa o Estado, responsável pela chuva generalizada. Esta zona de transição entre massas de ar quente e frio é a terceira que atinge a capital somente em agosto.

A primeira ocorrência foi registrada há uma semana e interrompeu o calor excessivo e a baixa umidade do ar. Já a segunda teve início na segunda-feira, 24, e permaneceu até terça-feira, 25.

Às 10h50 desta quinta, os termômetros marcavam, em média, 16ºC. A expectativa é de que a temperatura continue amena, com máxima em torno de 20ºC. De acordo com o Climatempo, os termômetros devem subir no meio da tarde, às 15 horas.

Segundo o meteorologista do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), Thomaz Garcia, na sexta-feira, 28, haverá predomínio de céu nublado, sem precipitação na cidade. A temperatura deve variar entre 13ºC e 23ºC.

No fim de semana, os dias devem começar com nevoeiro e frio, mas o sol aparecerá ainda pela manhã, fazendo com que a sensação térmica chegue aos 28ºC. Por essa razão, a umidade relativa do ar deve cair no domingo, 30, à tarde. O mesmo deve ocorrer na segunda-feira, 31, quando a capital provavelmente não receberá nenhuma gota de chuva.

Agosto é considerado o auge da seca durante o inverno no Brasil. Os meteorologistas esclarecem que a fase de instabilidade deve ter fim com o início da primavera, no dia 23 de setembro.