• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cingapura: premiê diz que convocará eleições em breve e pede voto de eleitores

Geral

Cingapura: premiê diz que convocará eleições em breve e pede voto de eleitores

Cingapura - O primeiro-ministro de Cingapura, Lee Hsien Loong, disse que pretende convocar eleições gerais em breve e pediu aos eleitores para reeleger a ele e a seu partido.

"Cingapura está em um ponto de mudança. Acabamos de completar 50 anos de sucesso. Agora estamos começando nossos próximos 50 anos de nacionalidade. Em breve convocarei eleições para pedir o seu mandato para assumir Cingapura nesta próxima fase da nossa construção da nação", disse Lee domingo em discurso televisionado, duas semanas após a cidade-Estado comemorar seu 50º ano de independência.

O Partido de Ação Popular (PAP) do premiê Lee tem governado ininterruptamente Cingapura nos últimos 50 anos, mas está lutando para manter sua popularidade com uma desaceleração econômica e o crescimento entre a população de preocupações sobre a superlotação.

Em 2011, o PAP ganhou 81 dos 87 assentos parlamentares, mas recebeu a menor quantidade de votos desde que Cingapura se tornou uma nação - 60,1% em comparação com quase 67% em 2006.

Uma eleição geral deve ser convocada em Cingapura antes do final de Janeiro de 2017, mas é amplamente esperado que aconteça logo em meados de setembro deste ano. Lee e o PPA provavelmente esperam capitalizar sobre um forte senso de orgulho nacional gerado pelas celebrações de aniversário. A população se mobilizou neste ano para prestar suas últimas homenagens ao ex-primeiro-ministro Lee Kuan Yew, que morreu em março. O falecido Lee era o pai do atual primeiro-ministro e foi visto por muitos como fundador da Cingapura moderna.

Em um amplo discurso que abordou tanto política externa quanto interna, o primeiro-ministro Lee advertiu que Cingapura poderá se tornar um "país comum" se não manter a boa governança, e poderia facilmente sofrer de governo e economia fracos, entre outros problemas. Ele disse que esta eleição seria mais sobre a definição de uma liderança a longo prazo que sobre a formação de um próximo governo. Fonte: Dow Jones Newswires.