Liam Payne se defende de acusações de que seria homofóbico

Geral

Liam Payne se defende de acusações de que seria homofóbico

Redação Folha Vitória

-

E a situação não está muito legal para a One Direction. Primeiro, o ex-integrante Zayn Malik se meteu em uma briga com Calvin Harris pelo Twitter e, agora, chegou a vez de Liam Payne ser alvo de polêmicas.

O músico está sofrendo acusações de ser homofóbico após fazer um pequeno discurso durante um show recente da boyband. Antes de cantar uma canção, o cantor falou, segundo informações do Just Jared:

- Essa é a minha canção preferida do último álbum e é sobre tentar achar aquela mulher número um de sua vida, o que nenhuma de vocês pode se identificar, já que a maioria que está aqui é mulher. Exceto pelos meninos que estão aqui, vocês sabem do que eu estou falando.

Tendo sido mal interpretado, Liam foi ao Twitter para tentar se defender:

Acho que algumas pessoas levam as coisas muito literalmente esses dias, não vou comentar sobre isso mais. Vocês sabem o que eu quis dizer, eu quis falar no geral. Eu não sou de forma alguma homofóbico, isso é uma coisa ridícula de ser falada e eu não estou aqui para ofender pessoas, então entendam como quiserem.

Ele ainda continuou:

É muito irritante tentar o seu máximo para fazer as pessoas felizes em um show (...). E tudo o que algumas pessoas querem se concentrar em é jogar fora uma declaração sobre uma música que eu amo. Péssimo fim de um ótimo dia. Isso é tão louco, quanto mais eu leio, mais incrédulo fico. Vocês já devem ter falado algo de um jeito errado.

Por fim, Liam pediu desculpas:

Peço desculpas a quem ofendi, de verdade, mas não há necessidade de eu ser chamado de algumas coisas que estão me chamando. Estou aqui apenas para fazer as pessoas sorrirem. Eu meio que considero isso meu papel.