Anúncio de vaga em república de Vitória com "Pokestop" viraliza na internet

Geral

Anúncio de vaga em república de Vitória com "Pokestop" viraliza na internet

Para quem está fora do "mundo Pokémon", os pokestops são pontos fixos fixos onde os jogadores capturam pokémons com mais facilidade e coletam itens especiais

A publicação foi feita na última segunda-feira (08) na perfil pessoal do estudante em uma rede social Foto: Reprodução/Facebook

O anúncio de uma vaga em república no bairro Jardim da Penha, em Vitória, está repercutindo na internet e já foi parar até em páginas "famosas" das redes sociais. Boa localização e preço acessível são algumas das características do  imóvel citadas na publicação. No entanto, o que chamou atenção mesmo foi um outro detalhe. 

Além de fotos no prédio, também foi publicado uma imagem com o mapa do jogo na região Foto: Reprodução Facebook

Por último, mas longe de ser menos importante, a informação de que o prédio anunciado é uma espécie de Pokestop, não passou despercebia e fez sucesso entre os internautas. Para quem está fora do "mundo Pokémon", os pokestops são pontos fixos onde os jogadores capturam pokémons com mais facilidade e coletam itens especiais. 

O autor da publicação é o estudante de engenharia Lucas Comarela, de 22 anos. Ele conta que está saindo da república, onde mora com mais quatro amigos, e fez o anúncio na tentativa de encontrar alguém para ocupar sua vaga.  

"Fiz o anúncio pensando em encontrar alguém para preencher minha vaga na república e ajudar meus amigos de lá. Como já tinha visto que tem pokestop na localização do prédio, achei que associar isso ao anúncio chamaria mais atenção e seria um diferencial", explica.  

A publicação feita na última segunda-feira (08) "viralizou" de um dia para o outro e já conta com 10 mil curtidas, além de pouco mais de 800 compartilhamentos na página humorística "Não Salvo". Segundo o estudante, a procura pela vaga também cresceu surpreendentemente. 

"Depois da repercussão, aumentou muito o número de interessados. Já fomos procurados por mais ou menos 30 pessoas, e agora meus amigos estão marcando as visitas para devem selecionar quem vai ocupar a vaga", conta.