• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Maior chuva de meteoros da década acontece hoje. Saiba como observá-la!

  • COMPARTILHE
Geral

Maior chuva de meteoros da década acontece hoje. Saiba como observá-la!

De acordo com Luciana Fontes, colaboradora do Instituto Exoss Citizen Science, são registrados meteoros diariamente, mas nos últimos dias a quantidade tem aumentado

No Hemisfério Norte, vão passar de 150 a 200 meteoros por hora Foto: Divulgação

Os capixabas podem se preparar, pois entre a noite de quinta-feira (11) e a madrugada de sexta-feira (12) acontece uma das mais famosas chuvas de meteoros: a Perseidas, composta por meteoros bem rápidos e brilhantes.

De acordo com o Instituto Exoss Citizen Science, essa chuva de meteoros apresenta um atividade tão intensa, que chegou a adiar o lançamento do ônibus espacial “Discovery”, em 1993, após uma previsão de pico no dia 12 de agosto, dia do lançamento daquela nave.

Segundo a colaboradora do Instituto, Luciana Fontes, são registrados meteoros diariamente, mas nos últimos dias a quantidade tem aumentado por conta dessas chuvas.

“Nós estamos passando por uma semana de incidência maior. Estamos trabalhando na rede para colocar 100% das câmeras ativas para conseguir registrar. Essa chuva está prevista para noite de quarta e madrugada de quinta-feira, e poderá ser vista a olho nu se o céu estiver limpo, e não for lua cheia. No Hemisfério Norte, vão passar de 150 a 200 meteoros por hora”, explica.

Os capixabas que quiserem ver o fenômeno devem observar o céu na noite desta quinta-feira e durante a madrugada de sexta-feira. Para conseguir visualizar o fenômeno, Luciana ressalta que é preciso ter muita calma e paciência.

“Qualquer chuva de meteoro pode ser vista desde que o céu esteja limpo e não seja lua cheia. Acredita-se que umas 2 horas manhã já é possível ver, mas a pessoa tem que ficar sentada em um lugar confortável, protegida do frio e com um chá esperando. É preciso esperar e observar. É fascinante”, diz.

Curiosidade

A associação com as "estrelas cadentes" acontece porque no dia 10 de agosto do ano 258 coincide com o período em que é visível a chuva de meteoros "Perseidas", que passa através da órbita terrestre a partir do fim de julho a 20 de agosto. Visível a olho nu, a chuva de meteoros tem seu pico de visibilidade no dia 12 de agosto, podendo ser vistas cerca de 150 "estrelas cadentes" por hora.

Fonte: Exoss Citizen Scien

Meteoros em Vitória e Colatina

Na Grande Vitória um meteoro foi registrado na noite do último domingo (7). A situação foi registrada por câmeras localizadas na capital e, de acordo com Luciana, além desse meteoro outros 11 foram vistos em Vitória e 10 em Colatina.

Quer ver o momento exato? Confira o vídeo!