Professora corta cabelo de menina por suspeita de piolho em Cariacica

Geral

Professora corta cabelo de menina por suspeita de piolho em Cariacica

Por conta do caso, a jovem e outras crianças da família não querem voltar para a escola. A Secretaria de Educação disse que afastou a professora das atividades

O cabelo da criança batia nas costas antes de ser cortado Foto: TV Vitória

Uma menina de seis anos teve o cabelo cortado na escola, pela própria professora. O caso aconteceu no bairro Porto Belo, em Cariacica. De acordo com a prima da criança, o motivo seria a suspeita de que ela estaria com piolho. 

“Ela cortou a franja do cabelo todo errado. A menina não está querendo ir para o colégio e está chorando, pois fizeram isso com ela. Minha tia ficou revoltada. E [a professora] também jogou álcool na cabeça dela. Quando a gente se machuca e jogam álcool dói, imagina em uma criança. Com medo da mãe, ela também chegou a evacuar nas calças. Por conta disso a professora ainda falou que ela estava fedorenta”, contou a comerciante Jessica Lorrayne, prima da vítima.

Agora, a menina não quer mais voltar para o colégio. “A pedagoga mandou que eu levasse ela para conversar, pois eles iam tentar ajudar, mas ela não que ir mais para lá. Além disso, minha irmã e minha outra prima, que também estudam lá, ficaram com medo de ir para a escola, com medo de que alguém corte o cabelo delas”, disse.

A Secretaria de Educação do município informou, por meio de nota, que após tomar ciência do caso afastou imediatamente a professora das atividades no CMEI Maria Jardelina Santos, até que o ocorrido seja apurado. A professora também foi chamada a comparecer na Secretaria de Educação. 

A secretaria informou ainda que na segunda-feira enviará um representante para conversar com a mãe da aluna e oferecer todo o apoio, inclusive de profissionais como assistente social, caso necessário.