• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Oliver Beat realiza sonho e salta de paraquedas em Guarapari

  • COMPARTILHE
Geral

Oliver Beat realiza sonho e salta de paraquedas em Guarapari

Após desafio cumprido e contagem regressiva para o grande dia, o jovem desfrutou de toda emoção depois de saltar e permanecer por mais de 30 segundos em queda livre.

Carolina Brasil

Redação Folha da Cidade
Um turma boa presenciou a realização do sonho do Oliver, em Guarapari. | Fotos: Hamilton Garcia

Era algo em torno de 16h do dia 25 de agosto de 2018, em Guarapari, e Oliver Beat se mostrava preparado e confiante para realizar o sonho de criança, feliz por ser mais uma entre tantas realizações que têm acontecido na vida dele. O avião subiu a mais de três mil metros de altitude e, de lá, Oliver pulou em um salto duplo de paraquedas, vivendo toda a emoção do feito que incluiu uma queda livre que durou cerca de 30 segundos. “Cara, sou um novo Oliver, é uma sensação única na vida, nunca vi isso, não tem explicação. Você no ar, se jogando, é uma coisa muito gostosa que ao mesmo tempo dá medo, é muito bom”, relatou emocionado o jovem de 22 anos.

O salto foi resultado do projeto “conquistando um sonho”, feito a partir do desejo do Oliver e encampado por Tiago Cardozo, proprietário da Skydive Guarapari, única escola de paraquedismo do estado. “O paraquedismo me transformou de várias formas e poder proporcionar isso para um cara como Oliver, que é uma lição de vida e um exemplo para todos nós, é uma experiência que eu nunca vou esquecer na minha vida”, revelou.

Oliver enquanto se preparava para o salto.

Para Renan Lobo, que treina com Oliver e acompanha a evolução do jovem, esse foi um momento de muito significado. “É muito gratificante ver a felicidade no rosto de alguém que você ajudou, melhor do que qualquer fortuna no final do mês”, contou Renan, que é formado em educação física e viaja o Brasil fazendo vídeos sobre o estilo de vida de artistas e atletas.

E gratidão foi o sentimento que se misturou às emoções que marcaram esse dia. Outro pilar desse projeto que ainda não conhecíamos, a educadora física Tainara Fulmiere Gomes Lemos, demonstrou o quanto tudo isso representa. “O Thiago me procurou para entrar no projeto e melhorar a condição física do Oliver e aprimorar as capacidades que ele já tem. Eu tenho gratidão em ter alguém para me motivar como o Oliver me motiva e é isso que ele provoca em mim”, finalizou.