Após liberação de crianças em shoppings, associação quer volta do funcionamento aos domingos

CORONAVÍRUS

Geral

Após liberação de crianças em shoppings, associação quer volta do funcionamento aos domingos

Coordenador da Abrasce disse que tem mantido diálogo constante com o governo estadual e que vem pleiteando novas liberações aos estabelecimentos

Foto: TV Vitória

Após o governo do Estado liberar a entrada de menores de 12 anos nos shopping centers do Espírito Santo, a expectativa agora é de que novos passos sejam dados, nas próximas semana, no sentido ampliar o funcionamento dos centros comerciais. O coordenador estadual da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) e diretor-geral do Shopping Vitória, Raphael Brotto, disse que tem mantido diálogo constante com o Executivo estadual e que vem pleiteando outras liberações junto ao governo.

Uma delas é referente à permissão para que as lojas dos shoppings também possam funcionar aos domingos. Atualmente, somente os restaurantes localizados nas praças de alimentação podem abrir as portas nesse dia, das 12 às 18 horas — mesmo horário de funcionamento nos demais dias. Já as lojas só podem funcionar de segunda a sábado, de 12 às 20 horas.

"Estamos conversando com o governo para que o funcionamento possa ocorrer de domingo a domingo. Em todo o Brasil, 577 shoppings que precisaram ser fechados durante a pandemia já voltaram a funcionar, e a grande maioria pode abrir de domingo a domingo. Mas também entendemos a importância do governo de manter o controle da pandemia. O governo está sempre aberto ao diálogo e tem atendido às nossas reivindicações na medida do possível", destacou Brotto.

O coordenador da Abrasce ressaltou ainda os avanços que o setor tem conquistado desde o dia 1º de junho, quando os centros comerciais puderam reabrir para receber o público. 

"Voltamos a funcionar com bastante restrições, trabalhando seis horas por turno. As lojas âncoras só podiam funcionar de meio-dia às 18 horas e as satélites, de 14 às 20 horas. Depois vieram as permissões para que todas as lojas funcionassem de meio-dia às 20 horas, que pudessem abrir aos sábados, que os restaurantes funcionassem no domingo. Demos alguns passos importantes, mas ainda faltam alguns. O fato de a praça de alimentação ter de fechar às 18 horas prejudica as demais lojas, que perdem clientes no turno da noite", afirmou.

Raphael Brotto também avalia como positiva a adoção dos protocolos sanitários por parte dos shoppings do estado, desde que eles foram reabertos. "Apesar de todas as restrições, os shoppings reabriram preparados para atender todas as pessoas, de domingo a domingo, em seu horário normal de funcionamento. Mesmo assim, de lá para cá, novas medidas de segurança foram acrescentadas. Uma delas, adotada no Shopping Vitória, foi a implantação da caixa esterilizadora, onde o cliente põe a sacola de compras e ela é esterilizada. Além disso, a partir da semana que vem disponibilizaremos, em diversas partes do shopping, totens com um produto chamado extraia, que é semelhante ao álcool em gel, mas tem uma durabilidade muito maior", frisou.

Portaria

A decisão permitindo que menores de 12 anos voltem a frequentar shoppings no Espírito Santo foi assinada pelo secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, na Portaria 116-R, publicada em edição extra do Diário Oficial do Estado no último sábado (22). A regra já está em vigor. Com a mudança, não há mais restrições por idade para frequentar os centros comerciais.

Para funcionamento dos shoppings, o governo lista uma série de regras e protocolos sanitários a serem seguidos para evitar a transmissão do coronavírus. Entre os pontos, estão a aferição de temperatura na chegada, uso obrigatório de máscaras e limite de clientes por loja. Nas praças de alimentação, os frequentadores também devem se atentar ao distanciamento entre as mesas e o uso de álcool em gel.

Os cinemas ainda permanecem fechados no Estado e sem previsão para reabertura.