• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Trem de passageiros da Estrada de Ferro Vitória a Minas voltará a circular em setembro

CORONAVÍRUS

Geral

Trem de passageiros da Estrada de Ferro Vitória a Minas voltará a circular em setembro

Viagens na ferrovia estão suspensas desde o dia 24 de março, devido à pandemia do novo coronavírus. Retorno das operações seguirá protocolo de prevenção

Foto: Divulgação

Com as operações suspensas desde o dia 24 de março, em função da pandemia do novo coronavírus, o trem de passageiros da Estrada de Ferro Vitória a Minas já tem data para voltar a circular. De acordo com a Vale, responsável pelo trem de passageiros, as viagens serão retomadas no dia 1º de setembro, seguindo os protocolos determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para prevenção à covid-19.

Ainda segundo a Vale, para contribuir com a proteção de passageiros e empregados, novos procedimentos serão adotados durante a compra de passagens, o embarque e a viagem. 

Entre as mudanças estão a redução na oferta dos assentos, garantindo o espaçamento adequado entre os passageiros; priorização da venda de bilhetes pela internet, no endereço www.vale.com/tremdepassageiros; redução do prazo de compra antecipada da passagem; aferição de temperatura antes do embarque; obrigatoriedade do uso de máscara e intensificação da limpeza de áreas comuns.

Em caso de dúvidas, o passageiro pode entrar em contato com o canal de atendimento Alô Ferrovias (0800 285 7000).

Carajás

Além da Estrada de Ferro Vitória a Minas, a Vale definiu que a Estrada de Ferro Carajás, que interliga os estados do Maranhão e do Pará, percorrendo 23 municípios, voltará a circular a partir da próxima segunda-feira (17). A comercialização de bilhetes para essa ferrovia foi retomada na segunda-feira (10).

A Vale informou também que, para essas viagens, serão adotados os mesmos protocolos de prevenção ao coronavírus implantados na EFVM. Ainda de acordo com a empresa, as datas dos retornos das duas ferrovias foram definidas com base nas adequações necessárias em cada operação.