Tripulantes testam negativo para covid-19 e navio é liberado do Porto de Vitória

Geral

Tripulantes testam negativo para covid-19 e navio é liberado do Porto de Vitória

Embarcação estava atracada desde o dia 26 de julho, quando 11 ocupantes testaram positivo para a covid-19

Iures Wagmaker

Redação Folha Vitória
Foto: Gabriel Barros | Folha Vitória

Depois de mais de 15 dias atracado e com tripulantes isolados, o navio Robert Maersk foi liberado do Porto de Vitória após todos os 22 ocupantes testarem negativo para a covid-19. A informação foi confirmada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no final da manhã desta quinta-feira (12).

Ainda segundo a agência, os dois trabalhadores que estavam internados continuam hospitalizados e quando receberem alta médica serão repatriados aos seus países de origem. 

No domingo (08), os tripulantes do navio realizaram testes por ocasião do final da quarentena obrigatória. No entanto, os resultados apresentados foram não conclusivos e novos testes foram realizados na terça-feira (10).

Segundo informações da Codesa, o navio sairá ainda nesta quinta-feira (12), às 16h51, após serem apresentados, à Anvisa, os resultados negativos para Covid-19 de todos os tripulantes. 

Os testes foram realizados na última terça-feira (10) e a autorização de retorno às atividades operacionais da embarcação foi dada Vigilância sanitária e, à tarde, referendada pela Capitania dos Portos.

 A embarcação cumpriu quarentena de 14 dias, concluída nesta quarta (11) devido a confirmação de 11 casos de Covid-19 entre os tripulantes.

Navio estava atracado desde o dia 26 de julho

O navio está atracado no Porto de Vitória desde o dia 26 de julho, depois que 11 tripulantes testaram positivo para a covid-19. No entanto, de acordo com a Codesa, o navio concluiu a descarga de 20,9 toneladas de óleo diesel e foi autorizado a manobrar para o Cais Comercial de Vitória, onde se encontrava.

O navio da Dinamarca veio do Porto de Santos, em São Paulo, e chegou ao Espírito Santo no dia 26 de julho, quando dois tripulantes começaram a apresentar os primeiros sintomas. Eles foram atendidos por um médico em Vitória e continuam hospitalizados.

Leia também: Anvisa autoriza uso emergencial de novo medicamento contra a covid-19

Segundo a Anvisa, após os dois primeiros resultados positivos, foi solicitada a testagem de todos à bordo, que resultou em outros 9 positivados, sendo um total de 11 casos dentre os 22 tripulantes.

Os 11 tripulantes ativos, que não testaram positivo para o novo coronavírus, realizaram a finalização da descarga. O combustível é desembarcado diretamente, em tubulações, para o tanque da empresa operadora.