Viana: resultado do estudo de meia dose será divulgado neste domingo

Geral

Viana: resultado do estudo de meia dose será divulgado neste domingo

O agendamento para aplicação da segunda meia dose da AstraZeneca já está aberto; a aplicação acontecerá no domingo (08) em 20 pontos distribuídos pelo município

Foto: Iures Wagmaker / Folha Vitória

Um avanço da ciência tem possibilitado que o número de casos da covid-19 no município de Viana tenha uma queda considerável. No próximo domingo (08), acontecerá mais uma etapa do projeto que estuda a aplicação de meia dose da vacina AstraZeneca. O agendamento pode ser feito pelo site

A expectativa das autoridades é que no domingo, a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) divulgue resultados parciais do estudo. 

O subsecretário de Estado da Saúde, Luiz Carlos Reblin, reforçou que a aplicação da meia dose já reduziu consideravelmente o número de casos de covid-19 no município.

"No próprio domingo, a equipe da universidade que coordena esses estudos já vai fazer uma demonstração parcial dos resultados dessa vacinação. Na prática, sabemos que Viana reduziu muito o número de casos e isso também tem a ver com a vacinação que tem sido feita no município". 

Em junho deste ano, os moradores receberam a meia dose do imunizante e agora chegou a hora de receberem a meia dose complementar. As doses foram retiradas na Secretaria de Estado da Saúde, na tarde desta quinta-feira (05). 

Cerca de 15 mil doses da vacina AstraZeneca foram utilizadas na pesquisa feita pela Ufes com a população de Viana. A microempreendedora Heloíza Cardoso mora no município e aguarda ansiosa para estar imunizada com as duas doses.

"Participei da campanha da meia dose. A minha primeira dose foi no dia 13 de junho e a segunda vai ser no dia 8 de agosto. Eu estou muito feliz. Espero que todo mundo se vacine e tenha essa oportunidade", destacou.

De acordo com a secretária de Saúde de Viana, Jaqueline Jubini, mais de 20 pontos de vacinação estarão funcionando nas unidades de saúde e escolas da cidade. 

"Neste domingo, a gente realiza a vacinação em 174 pontos distribuídos em 20 locais. O ideal é que a pessoa leve a comprovação da primeira dose mais um documento com foto pra que seja realizada a segunda dose", afirmou. 

O objetivo da pesquisa é descobrir se a aplicação de uma quantidade menor do imunizante também pode garantir proteção contra a covid-19. Estudos já feitos em laboratório indicam que sim. A comprovação científica abre possibilidade de, com a mesma quantidade, imunizar o dobro da população. 

>>Leia mais: Por que Viana foi escolhida para receber estudo inédito no país?

Para a realização do estudo, os pesquisadores selecionaram também um grupo de 600 pessoas para que pudessem acompanhar a evolução do número de anticorpos no sangue. Essa amostragem vai determinar o nível de imunidade alcançada. 

O jornalista Robson Andrade contou que está sendo monitorado e que faz a coleta de sangue mensalmente. Ele acredita que, fazendo parte do estudo, está colaborando com a ciência.  

"Eu estar participando disso, de ser morador de Viana e ter sido a primeira cidade a fazer esse estudo na Grande Vitória, eu fico muito feliz em poder contribuir para a ciência", destacou.  

*Com informações do repórter Alex Gandini, da TV Vitória / Record TV.