Áustria e países vizinhos aumentam controles na fronteira em resposta à Alemanha

Geral

Áustria e países vizinhos aumentam controles na fronteira em resposta à Alemanha

Redação Folha Vitória

Viena - A Áustria colocou soldados na sua fronteira com a Hungria nesta segunda-feira, enquanto a Eslováquia e outros países vizinhos intensificaram os controles em suas fronteiras, em mais uma tentativa de conter o número de imigrantes que tentam viajar sem passaporte na Europa, um dia depois de a Alemanha ter anunciado controle de passaporte em sua fronteira.

Autoridades austríacas disseram que o movimento foi uma resposta direta à decisão da Alemanha no domingo, que visava controlar o fluxo diário de milhares que chegam da vizinha Áustria, através da Hungria e dos Balcãs, para solicitar asilo na Alemanha ou passar para outros países como a Suécia.

"Se a Alemanha faz controles nas fronteiras, em seguida, a Áustria também deve fortalecer os controles fronteiriços - no interesse da população nacional - e estamos fazendo isso agora", disse o vice-chanceler austríaco, Reinhold Mitterlehner, em uma entrevista coletiva em Viena. "Este será também um sinal claro de que a travessia desordenada da fronteira já não pode ter lugar no futuro", acrescentou.

Mitterlehner e a chanceler, Werner Faymann, afirmaram que os 2.200 soldados austríacos ajudariam a polícia austríaca em apoio humanitário para o fluxo de imigrantes, bem como para verificar os documentos de pessoas que tentam atravessar a fronteira.

O direito fundamental para fazer um pedido de asilo não seriam afetados, disseram, mas insistiram que outros países europeus precisam das assistência à Alemanha e à Áustria e tomar mais requerentes de asilo.

O governo da Eslováquia disse hoje também que irá reintroduzir temporariamente controles nas fronteiras com a Áustria e com a Hungria, em reação à decisão da Alemanha. O governo em Bratislava disse que foram implementados 220 policiais adicionais para a sua fronteira sul e oeste com o intuito de patrulhar toda a fronteira, não apenas as estradas.

Separadamente, o primeiro-ministro da Polônia disse também que pode restaurar controles nas fronteiras com os países vizinhos da União Europeia se identificar qualquer ameaça ao país.

Segundo as regras da União Europeia, a Alemanha pode manter seus atuais controles na fronteira com a Áustria por um período máximo de dois meses, disse uma autoridade.

A Alemanha é o único país que, até agora, notificou a Comissão Europeia cobre o controle nas fronteiras, apesar de a Áustria, a Hungria e a República Checa também terem aumentado os seus controles policiais.

A imigração, geralmente, não é um fator para que os governos introduzam controles nas fronteiras, mas, neste caso, a Comissão considera o movimento alemão "justificado" e "proporcional", disse uma autoridade, que não estava autorizado a falar sobre o registro. Fonte: Dow Jones Newswires.