Avião militar da Venezuela cai perto da fronteira com a Colômbia

Geral

Avião militar da Venezuela cai perto da fronteira com a Colômbia

Redação Folha Vitória

Caracas - Um avião militar venezuelano Sukhoi caiu na noite de quinta-feira na região da fronteira entre a Venezuela e a Colômbia, após ser detectada uma aeronave ilegal que entrou pelo noroeste do país, anunciou o governo venezuelano. A aeronave caiu por volta das 21h (hora local) e não se sabe a situação dos dois pilotos, segundo o Ministério da Defesa de Caracas.

Os pilotos foram identificados como os capitães Ronald Ramírez e Jackson García. Uma junta investigativa estava apurando as causas do acidente e tomando medidas para buscar os pilotos.

Boa parte da fronteira de 2.200 quilômetros entre Venezuela e Colômbia está sob medidas especiais, que incluem o reforço da presença militar, após o governo venezuelano fechar postos fronteiriços e determinar o estado de exceção em alguns municípios, para combater o contrabando e outras atividades ilícitas.

As ações do governo venezuelano desataram uma crise diplomática e fronteiriça com a Colômbia, que já dura quase um mês. O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, deve se reunir na segunda-feira em Quito com o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, para tratar da crise.

Em 19 de agosto, Maduro determinou o fechamento de alguns postos fronteiriços, em Táchira, bem como a deportação de mais de mil colombianos sem visto de residência. A decisão foi tomada após um ataque sofrido por três militares e um civil na localidade fronteiriça de San Antonio del Táchira, quando eles realizavam operações de combate ao contrabando.

Nas últimas duas semanas, o governo venezuelano ampliou o fechamento de postos fronteiriços nos Estados de Zulia e Apure, onde foi estabelecido o estado de exceção em 13 municípios.

No início da semana, Bogotá denunciou que aeronaves venezuelanas fizeram uma incursão entre o sábado e o domingo no espaço aéreo colombiano, informação rechaçada por autoridades da Venezuela. As tensões desataram um êxodo de entre 15 mil e 20 mil colombianos que viviam na Venezuela e retornaram a seu país de origem. Fonte: Associated Press.