• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

China reduz entrada mínima para compra da primeira casa em algumas cidades

Geral

China reduz entrada mínima para compra da primeira casa em algumas cidades

Xangai - A China reduziu a entrada mínima para os interessados em comprar sua primeira casa em algumas cidades, na mais recente medida para apoiar o mercado imobiliário, que desacelera no país. O Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês) anunciou nesta quarta-feira a redução da entrada para esses compradores para 25% do valor do imóvel, em cidades que não estão implementando restrições à compra de várias residências.

Anteriormente, o pagamento mínimo para a primeira casa era de 30% do imóvel. Apenas as maiores cidades, como Pequim, Xangai, Shenzhen e Guangzhou, onde a demanda por investimentos segue forte, estão atualmente implementando restrições para a compra de duas ou mais casas.

O PBoC e o regulador bancário, a Comissão Regulatória Bancária da China, darão mais autonomia a autoridades bancárias provinciais, para determinar os pagamentos mínimos como entrada segundo as condições de mercado locais, acrescentou o banco central em comunicado.

As vendas no mercado imobiliário chinês, que tiveram um declínio maior que o esperado em 2014, têm melhorado desde o segundo trimestre deste ano, após o PBoC lançar mais medidas de afrouxamento monetário, entre elas cortes nas taxas de juros. Fonte: Dow Jones Newswires.