França, Venezuela e Chile se dispõem a receber milhares de refugiados

Geral

França, Venezuela e Chile se dispõem a receber milhares de refugiados

Redação Folha Vitória

Caracas - O presidente da França, François Holande, disse que o país está preparado para receber cerca de 24 mil refugiados nos próximos dois anos, dos 120 mil que prevê a Comissão Europeia. Mais cedo, o presidente da Venezuela disse que o país está pronto para receber 20 mil sírios que fogem da guerra em sua terra natal.

Maduro fez os comentários na segunda-feira à noite durante uma reunião do seu Conselho de ministros no Palácio do governo. "Eu quero que famílias de 20 mil sírios venham para a Venezuela compartilhar esta terra em paz".

O presidente socialista reiterou seu apoio ao presidente sírio, Bashar Assad, que teve laços com a Venezuela nos últimos anos.

Desde que a guerra civil começou, em 2011, mais de 4 milhões de sírios fugiram do país, mais do que qualquer outra crise de refugiados em quase 25 anos, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU).

No Chile, a presidente, Michelle Bachelet, afirmou que seu país irá receber um "número importante de refugiados", sem falar em números.

Bachelet falou durante uma cerimônia religiosa na segunda-feira. Ela não especificou o

país de origem dos refugiados. Mas seu ministro de Relações Exteriores disse no fim de semana que o Chile estava olhando para recepção de refugiados sírios.

Bachelet disse que o Chile vai acolher os refugiados porque "a tragédia vivida atualmente afeta toda a humanidade". Fonte: Associated Press e Dow Jones Newswires.