Número de pessoas afetadas pelas chuvas no Paraná chega a 75 mil

Geral

Número de pessoas afetadas pelas chuvas no Paraná chega a 75 mil

Redação Folha Vitória

- As tempestades que ocorreram na madrugada desta terça-feira, 8, no Paraná afetaram cerca de 75 mil pessoas, de acordo com o último boletim da Defesa Civil. Segundo o relatório, 31 municípios registraram prejuízos e 29 mil casas foram danificadas. Além dos prejuízos materiais, dez pessoas ficaram feridas, sendo que quatro estão internadas em hospitais da região Sudoeste do Estado.

A tempestade teve ocorrência de granizo, que causou danos em telhados dos municípios atingidos. A cidade mais prejudicada foi Foz do Iguaçu, que ficou sem lonas plásticas para atender todas as pessoas que tiveram suas casas danificadas. O prefeito Reni Pereira decretou estado de emergência e solicitou auxílio o governo do Estado.

A prefeitura de Foz abrigou em duas escolas municipais cerca de duas pessoas que ficaram desalojadas. O relatório indica que 95% das casas da região sul da cidade foram afetadas pelas tempestades.

O Sistema de Meteorologia do Paraná (Simepar) afirma que o vento atingiu a velocidade de 113 km/h no município de Planalto. No município, dois aviários foram destruídos e 4 mil aves morreram. Ainda de acordo com o Simepar, as chuvas devem continuar até a tarde de sexta-feira.

O Programa do Voluntariado Paranaense (Provopar) de Foz do Iguaçu - órgão de assistência social do governo do Estado - iniciou o recebimento de doações. A coordenação pede que sejam doados colchões, cobertores, agasalhos e lonas plásticas.

A rede elétrica de diversas cidades também foi atingida. Os primeiros levantamentos da Copel indicam que 48 mil casas ficaram sem energia elétrica. A companhia convocou 1.100 eletricistas para realizar os reparos. A estimativa é que até a manhã desta quarta-feira, 9, toda a rede esteja normalizada.