Presidente do Conselho Europeu pede colaboração na UE para lidar com imigração

Geral

Presidente do Conselho Europeu pede colaboração na UE para lidar com imigração

Redação Folha Vitória

Bruxelas - O presidente da Conselho Europeu, Donald Tusk, afirmou que os líderes da União Europeia devem parar de trocar acusações sobre o tema da imigração e avaliar maneiras de fortalecer as fronteiras do bloco. Há temores de que possa haver uma forte divisão entre os membros da UE, na resposta à crise imigratória.

Na terça-feira, alguns países, como Hungria, Eslováquia, República Checa e Romênia, votaram contra o plano para distribuir imigrantes que pedem asilo pelo bloco. Nesta quarta-feira, as lideranças da UE se reuniram para buscar maneiras de conter o fluxo de pessoas chegando, encorajando a cooperação com a Turquia, o apoio aos campos de refugiados e a proteção das fronteiras comuns do bloco.

Tusk advertiu que "milhões, não milhares" de refugiados sírios podem chegar à Europa. Segundo ele, é preciso que a UE retome o controle de suas fronteiras, após semanas de "recriminações mútuas e desentendimento". Tusk afirmou que, após visitar a Turquia e a Jordânia, onde vivem cerca de 3 milhões de sírios, ficou claro que esses países esperam que a UE ajude-os a resolver o problema de refugiados, "em vez de ficar pensando em como podem nos ajudar".

A Comissão Europeia anunciou que estava dobrando seu fundo emergencial para países dentro e fora da Europa para lidar com a crise de refugiados, para 9,2 bilhões de euros. Desse valor, quase 1 bilhão de euros irá para a Turquia.

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse que desde maio tem havido um esforço para destinar fundos para lidar com a crise. Fonte: Dow Jones Newswires.