• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chuva chega ao Espírito Santo sem força para alterar a grave crise hídrica

Geral

Chuva chega ao Espírito Santo sem força para alterar a grave crise hídrica

​Em algumas regiões, como na Serrana, é provável que ocorra chuvas mais fortes. Outra área que pode receber um volume maior de água é a Região Sul, próximo ao Caparaó

Massa de ar só deve deixar o Espírito Santo e seguir para o sul da Bahia na quinta-feira Foto: Divulgação

O tempo mudou e o céu ficou mais carregado por causa da chegada de uma frente fria no Espírito Santo​ nesta terça-feira​. O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper)​, informa que ​a frente fria se desloca para o oceano.​ De acordo com o meteorologista Ivaniel Foro Maia, esse movimento traz instabilidade para o Espírito Santo.

“Essa frente não atingiu diretamente o continente aqui na área do Espírito Santo, ela já se deslocou em direção ao oceano e segue em direção ao sul da Bahia. No entanto ela consegue organizar estas áreas de instabilidade que se forma na área continental dentro de Minas Gerais, dentro de São Paulo e vem arrastando essa instabilidade pra cá para o Espírito Santo”.

Ivaniel lembra, no entanto que, em algumas regiões, como na Serrana, é provável que ocorra chuvas mais fortes. Outra área que pode receber um volume maior de água é a Região Sul, próximo ao Caparaó.

Segundo os registros do Incaper, na região Sul, já choveu na tarde de segunda-feira (19) até a tarde desta terça-feira (20) cerca de 50 milímetros de chuva. O que é esperado para a época do ano.

Além da chuva, a frente fria derruba as temperaturas. Nesta quarta-feira (21) são esperadas temperaturas dez graus amenos em relação ao final de semana. Essa massa de ar só deve deixar o Espírito Santo e seguir para o sul da Bahia na quinta-feira (22).

 “Ao longo da sexta-feira, o tempo já deve abrir, as temperaturas já devem subir mais um pouco, já dando o indicativo de que a frente já saiu do Estado”, afirmou o meteorologista.