Funcionários de Centro Psiquiátrico de Cachoeiro recebem instruções de defesa pessoal

Geral

Funcionários de Centro Psiquiátrico de Cachoeiro recebem instruções de defesa pessoal

As técnicas visam resguardar a integridade dos profissionais de saúde com grau mínimo e, se possível, inexistente de lesões aos pacientes. As aulas tiveram início nesta semana

As aulas teóricas e práticas de defesa pessoal e uso proporcional da força tiveram início nesta semana Foto: ​Divulgação

Os profissionais do Centro de Atendimento Psiquiátrico ‘Dr. Aristides Alexandre Campos’ (CAPAAC) em Cachoeiro, recebem, desde a última quarta-feira (21), instruções de defesa pessoal e uso proporcional da força, para serem aplicados no exercício de suas atividades. As aulas são fruto de uma parceria com o 9º Batalhão da Polícia Militar.

A direção do CAPAAC observou um aumento significativo no número de profissionais agredidos por pacientes internados ou em observação, principalmente, durante crises de surto. “O objetivo é buscar um ambiente de harmonia e um tratamento digno às pessoas com distúrbios de ordem intelectual, garantindo que, em casos de incidentes, os profissionais estejam capacitados para dar uma resposta técnica, legal, proporcional e conveniente”, comenta o 2º tenente, José Maria Casagrande Junior, responsável pelas instruções.

As aulas foram divididas em duas partes: a teórica voltada para as técnicas de verbalização, análise de cenários críticos, estados de prontidão e uso proporcional da força; e a parte prática, com técnicas de imobilização e submissão, além de defesas contra as agressões.

“Para nós, da Polícia Militar, é muito importante interagir com a sociedade e as instituições, oferendo apoio e suporte não apenas quando os problemas de fato acontecem, mas sendo úteis em todas as situações que pudermos contribuir para a ordem pública e para dar uma resposta às demandas da comunidade”, continua Casagrande.

As instruções acontecem na sede do CAPAAC e na Academia Atletas. “Essa iniciativa só foi possível graças à parceria entre o 9º BPM, o CAPAAC e a Academia Atletas, que nos ofereceu o espaço, completa o tenente.