Fundação capacita grupos para monitoramento da qualidade da água nos principais rios do ES

Geral

Fundação capacita grupos para monitoramento da qualidade da água nos principais rios do ES

A coleta de amostras para o projeto “Observando os Rios” é feita em diversos Estados com Mata Atlântica por voluntários que formam grupos de monitoramento

A primeira visita técnica fez a capacitação dos grupos que farão a análise de diversos pontos de monitoramento na Bacia do Rio Jucu Foto: Divulgação/Prefeitura

A Fundação SOS Mata Atlântica iniciou nesta semana a primeira capacitação dos grupos que serão responsáveis por monitorar a qualidade da água de rios, córregos e lagos do Espírito Santo. A iniciativa é parte do projeto “Observando os Rios”, realizado em parceria com a Ypê, que incentiva a população a fazer o monitoramento da água de forma voluntária por meio de kits especiais.

A primeira visita técnica fez a capacitação dos grupos que farão a análise de diversos pontos de monitoramento na Bacia do Rio Jucu, que percorre os municípios de Vila Velha, Viana, Cariacica, Marechal Floriano e Domingos Martins. Os grupos de monitoramento analisam a água com um kit desenvolvido especialmente para o projeto e os resultados são reunidos em um banco de dados disponibilizado na internet. A iniciativa é aberta à população em geral, que pode participar de grupos já existentes ou ajudar a criar novos grupos para monitorar rios próximos a escolas, igrejas e outros locais com potencial.

Malu Ribeiro, especialista em recursos hídricos da Fundação, ressalta a importância da participação da sociedade na iniciativa, que permite intensificar e ampliar o trabalho realizado pela ONG no resgate dos rios, córregos e nascentes do país. “A formação de uma rede de cidadãos para monitorar a qualidade da água dos rios brasileiros é um instrumento de engajamento e mobilização por avanços no saneamento”, comenta Malu.

A Ypê, parceira da SOS Mata Atlântica há oito anos, reforça a importância da ação para as gerações futuras. “Um futuro melhor para a sociedade inclui promover e apoiar iniciativas sustentáveis. Um projeto como esse possibilita ações de conservação, recuperação e gestão participativa da água”, explica Waldir Beira Júnior, presidente executivo da Ypê.

Sobre o ‘Observando os Rios”

A coleta de amostras para o projeto “Observando os Rios” é feita em diversos Estados com Mata Atlântica por voluntários que formam grupos de monitoramento. Eles recebem capacitação e material da SOS Mata Atlântica para realizar a análise e disponibilizar os resultados em um banco de dados na internet.  A iniciativa é aberta à população em geral, que pode participar dos grupos de monitoramento já existentes ou ajudar a criar novos grupos para monitorar rios próximos a escolas, igrejas e outros centros comunitários. Os grupos fazem a medição uma vez por mês. Interessados em participar devem entrar em contato pelo www.sosma.org.br/contato/.