G-20: presidentes dos EUA e Turquia participam de reunião na China

Geral

G-20: presidentes dos EUA e Turquia participam de reunião na China

Redação Folha Vitória

Hangzhou - Barack Obama disse ao presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, que os Estados Unidos trabalharão para garantir que os responsáveis pela tentativa de golpe no país sejam levados à justiça.

A reunião aconteceu durante o encontro do G-20 e é a primeira desde a tentativa de golpe na Turquia, em julho deste ano.

O presidente EUA também disse que é fundamental "terminar o trabalho" de garantir a segurança na fronteira da Turquia com a Síria, onde o Estado Islâmico tem atuado e conquistado recrutas. Obama também declarou que a Turquia não deve "carregar sozinha o fardo" da crise de refugiados sírios.

O presidente da Turquia também comentou sobre o terrorismo na região e disse que não há diferenças entre "bons e maus terroristas". Segundo ele, Estados Unidos e Turquia devem adotar uma atitude comum contra o terrorismo.

Os países tem uma visão distinta sobre a luta das forças curdas contra o Estado Islâmico na Síria. Os Estados Unidos apoiam os curdos e dizem que eles têm sido uma força de combate eficaz contra o Estado Islâmico, enquanto o governo turco classifica os curdos como terroristas e afirma que buscam por uma zona autônoma ao longo da fronteira. Fonte: Associated Press.