Geral

Bebê de noiva que morreu minutos antes de casamento terá internação custeada por maternidade

Sophia nasceu com 1 kg e está na UTI desde o parto de emergência, que foi realizado quando a mãe já estava com morte cerebral. Jessica teve um caso grave de pré-eclâmpsia, minutos antes da cerimônia de casamento

Foto: Reprodução

A história da pequena Sophia e seu pai, o Tenente Flávio Gonçalves da Costa, comoveu a Pro Matre Paulista que se prontificou a custear todas as despesas com a internação da bebê que terá que ficar por mais três meses na UTI Neonatal da maternidade. A mãe, Francisca Jessica Victor Guedes, de 30 anos, sofreu um AVC hemorrágico minutos antes de subir ao altar, no último sábado (14). 

A criança nasceu com 1kg e está na UTI desde o parto de emergência. Jessica deu entrada na maternidade já com morte cerebral devido a um caso grave de pré-eclâmpsia, condição comum durante a gravidez.

>> Leia também: Pré-eclâmpsia: conheça a condição que levou noiva grávida a morrer minutos antes de casamento

Uma vakinha para ajudar com os custos já chegou a ser lançada, já que o plano de saúde da família não cobre uma internação particular. A campanha ultrapassou a meta e arrecadou mais de R$ 180 mil.

Em nota, a Pro Matre afirmou que o "compromisso é garantir que o Tenente Gonçalves possa exercer seu papel de pai e dedicar todo amor que a pequena Sophia precisa". Assim, a Instituição se antecipou "para que os valores da internação não sejam impedimento para a permanência da Sophia na UTI Neonatal e, com isso, não implicará em qualquer ônus às famílias".

Com informações do Portal R7 

Pontos moeda