• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Do fundo do mar para a Casa Cor ES

Geral

Do fundo do mar para a Casa Cor ES

Living Coral: aprenda a usar a cor do ano, na arquitetura e decoração

Roberta Salgueiro

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação
 Suíte da Casa Urbana, projetada por Sérgio Paulo Rabello na Casa Cor ES 2019

Ao visitar o primeiro ambiente interno da 24ª edição da Casa Cor ES, lá está ela, em diversos detalhes. Na roupa de cama do quarto, nas almofadas, nas poltronas e até na cortina. A cor do ano não passou em branco na "Casa Urbana", projetada por Sérgio Paulo Rabello. O arquiteto e urbanista veterano na mostra, apostou no Living Coral.

"Como optei por revestir parede e piso com um quartzito claro, queria uma cor que marcasse os meus ambientes, então nesse espaço usei cores mais quentes. Na suíte do casal, por exemplo, investi nessa paleta alaranjada, que está super em alta. Essa tendência foi muito forte no Salão Internacional de Milão.", disse Sérgio Paulo Rabello.

As cores carregam em si um grande significado e emitem uma vibração. O Living Coral, que na natureza é encontrada nas profundezas do oceano, simboliza a alegria, uma cor que é leve e ao mesmo tempo energizante. Diante desse mundo em constante transformações, como o que estamos vivendo com o grande avanço da tecnologia, a consolidação da mídia social e a influência dela em nossas vidas, o Living Coral vem para enfatizar a necessidade do otimismo e a autenticidade de cada um.

Mas não é porque a cor está em alta que você vai colorir o ambiente todo com ela, é preciso saber utiliza-la. Uma dica do arquiteto Sérgio Paulo Rabello é brincar com a paleta da cor. "Fiz a composição com vários tons alaranjados. Mesclei um laranja mais vivo, com um mais queimado, criando assim uma escala de cores nos detalhes. E como base disso tudo, tons neutros como o bege e o cinza.", completou o arquiteto.

Embora seja um tom energizante, a arquiteta Lorena Nunes mostrou que a cor também pode cair muito bem em ambientes que pedem mais tranquilidade, como a "Suíte do Bebê" na Casa Cor ES.  Em uma escala mais suave, buscando a leveza que o tom também traz em seu conceito, Lorena aplicou a cor no teto e em uma marcação na parede.  

Foto: Divulgação
Suíte do Bebê, projetada por Lorena Nunes na Casa Cor ES 2019

"A escolha do Living Coral para a "Suíte do bebê" foi justamente para fugir dos tons tradicionais como rosa e azul, comuns em quarto de crianças. Além disso, a ideia foi criar um quarto unissex e a cor se encaixa muito bem nesse sentido." 

E vai aí uma dica da arquiteta para não enjoar da cor: "Crie outros pontos de destaque, isso tira um pouco do foco no tom e não enjoa. No caso do quarto, utilizei o papel de parede personalizado na principal parede do ambiente."

"A cor é muito bem vinda na decoração, mas se não for harmônica ela pula e grita sozinha. Principalmente numa hora dessas que o profissional está capacitado para fazer isso com segurança.", garantiu Sérgio Paulo Rabello.


Quem dita a cor do ano?

A cada ano, uma nova cor entra em cena e as indústrias se voltam à ela, a moda, a movelaria, as tintas, o artesanato, o design industrial, gráfico... E na decoração não é diferente. Mas isso não acontece de forma aleatória. Existe um grande estudo por traz, realizado por uma empresa referência no segmento, a norte-americana Pantone. Fundada na década de 60, mais que produzir insumos e equipamentos gráficos, ela estuda o comportamento da sociedade e analisa para onde os sentimentos estão caminhando e assim, todo início de ano, dita a cor que vai prevalecer. 

Foto: Divulgação
Cozinha da Casa Urbana, projetada por Sérgio Paulo Rabello, na Casa Cor ES 2019

“Cor é esta lente que equaliza as experiências das duas realidades, digital e natural, o que é mais verdadeiro ainda para Living Coral. Consumidores que anseiam por interações humanas e conectividade social, encontram nas qualidades humanas e agradáveis da convivial Pantone Living Coral, uma resposta perfeita.”, disse Leatrice Eiseman, Diretora executiva do Pantone Color Institute ao defender a cor no site da empresa norte-americana.