• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Transcol: 100% da frota volta a circular na Grande Vitória a partir do dia 5

CORONAVÍRUS

Geral

Transcol: 100% da frota volta a circular na Grande Vitória a partir do dia 5

A data é a mesma prevista para o retorno das aulas presenciais dos ensinos Fundamental e Médio nas escolas particulares, e também da Educação Infantil

Foto: Iures Wagmaker / Folha Vitória

A partir do próximo dia 5, toda a frota de ônibus do sistema Transcol voltará a circular na Grande Vitória. A data é a mesma prevista para o retorno das aulas presenciais dos ensinos Fundamental e Médio nas escolas particulares, e também da Educação Infantil.

As atividades presenciais foram suspensas, em todo o estado, no dia 17 de março, em razão da pandemia do novo coronavírus. Com isso, na ocasião, o governo estadual reduziu o número de coletivos circulando nas ruas.

À medida em que o governo do Estado foi anunciando medidas de flexibilização ao funcionamento das atividades econômicas no Espírito Santo, o número de pessoas nas ruas foi aumentando e, com isso, foi preciso colocar mais ônibus nas ruas, para atender a essa demanda.

De acordo com a Secretaria Estadual de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi), atualmente cerca de 1.250 coletivos estão rodando na região metropolitana. Já o número de passageiros chega a 350 mil, segundo a secretaria. Para se ter uma ideia, antes do início da pandemia, a quantidade de ônibus em circulação era de 1.430 e a de usuários, mais de 600 mil.

Segundo o governador Renato Casagrande, o aumento da frota será suficiente para absorver a maior demanda, causada pelo retorno dos estudantes às escolas. "Em época de normalidade, 20 mil alunos usam o transporte público por dia na Grande Vitória e, hoje, nós temos 350 mil passageiros que utilizam o transporte público. Hoje nós estamos com 90% da frota circulando. A partir do dia 5, 100% da frota circulará. Como nós vamos ter semanas alternadas, então a cada semana teremos, no máximo, 10 mil alunos. Esse número, comparado com 350 mil, é um percentual pequeno e colocar 100% da frota para circular a partir do dia 5 irá incorporar esses quase 10 mil alunos que teremos utilizando o transporte público", frisou.

Casagrande destacou ainda que as escolas foram orientadas a liberar as turmas em horários diferentes, justamente para evitar aglomerações. "O plano de retorno às aulas, aprovado no conselho estadual de educação e desenvolvido pela Secretaria de Educação, dá à direção da escola a diretriz de que a saída das turmas seja feita em horários diferentes — pelo menos de 10 minutos de diferença entre uma turma e outra — para que não haja aglomeração na saída e para que as pessoas que tiverem que embarcar no ônibus também possam embarcar em horários diferentes".