Protesto de caminhoneiros: Ceasa registra queda de 80% no movimento

Geral

Protesto de caminhoneiros: Ceasa registra queda de 80% no movimento

Central de abastecimento mantém funcionamento normal, mesmo como baixa movimentação das cargas

Foto: TV Vitória

O protesto de caminhoneiros, que entrou no terceiro dia, fez com que a movimentação na Central de Abastecimento do Espírito Santo (Ceasa) tivesse queda de 80%. Os manifestantes se concentram em pelo menos 15 pontos do Estado.

De acordo com a assessoria da Ceasa, o mercado e o setor administrativo seguem em funcionamento normal para atender as necessidades do público. Por dia, a central registra uma movimentação de média de 4.560 pessoas.

Por meio de nota, a Associação Capixaba de Supermercados (Acaps) informou que os supermercados capixabas estão, no momento atual, devidamente abastecidos para atender aos consumidores e que está em contato permanente com as autoridades governamentais, avaliando o cenário para, se necessário, adotar ações que garantam a normalidade do abastecimento das lojas nos próximos dias.

Veja a nota completa:

Diante da preocupação da população com os reflexos da greve dos caminhoneiros, a Acaps – Associação Capixaba de Supermercados, entidade representativa da classe supermercadista no Estado do Espírito Santo, vem a público afirmar que os supermercados capixabas estão, no momento atual, devidamente abastecidos para atender aos consumidores.

Atenta ao movimento nas estradas estaduais e federais, a Acaps está em contato permanente com as autoridades governamentais, avaliando o cenário para, se necessário, adotar ações que garantam a normalidade do abastecimento das lojas nos próximos dias.

Dessa forma, reforçamos que não há necessidade de os consumidores realizarem compras para estocagem ou contribuírem para aglomeração nas lojas.

Reiteramos que os supermercados, cientes da essencialidade de seus serviços, estão empenhados e compromissados em buscar entre os agentes da cadeia distribuidora todas as alternativas possíveis para atender à população em suas necessidades de consumo.

Protestos entram no terceiro dia

No Espírito Santo, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), há pontos de protestos em 15 pontos de rodovias federais que cortam o estado.

O movimento começou na última terça-feira (07), quando houve manifestações a favor do presidente Jair Bolsonaro movidas por pautas antidemocráticas, como o fechamento do Congresso Nacional e destituição de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF)

De acordo com a PRF, até a noite desta quarta-feira (09), havia 16 pontos de concentração dos manifestantes nas BR 101, 259, 262, 482 e 447.