Veja imagens dos novos polos gastronômicos que Vitória promete para 2022

Geral

Veja imagens dos novos polos gastronômicos que Vitória promete para 2022

Obras vão acontecer nos circuitos de bares da capital capixaba. Ideia é revitalizar as regiões, incentivando a economia e o turismo de negócios

Marcelo Pereira

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação/ Prefeitura de Vitória
Projeção de como ficará a Rua da Lama, em Jardim da Penha

Os amantes da vida boêmia e dos circuitos de bares de Vitória já podem comemorar: a partir de 2022 locais tradicionais como a Rua da Lama, em Jardim da Penha, e as Ruas Sete e Gama Rosa, no Centro, serão revitalizados. As vias vão ganhar uma "nova cara" criando, assim, novos polos gastronômicos. 

As mudanças propostas pela prefeitura da capital querem, além das modificações e melhorias, impulsionar a economia e o turismo de negócios em lugares com vocação para diversão e lazer noturno.

Além das intervenções na região central e em Jardim da Penha também está incluída a criação de um polo gastronômico em ruas da Mata da Praia e do Bairro República. Segundo a prefeitura, as obras devem ser executadas ao longo de 2022..

A pavimentação das ruas será elevada para que fiquem na mesma altura das calçadas oferecendo, assim, acessibilidade para quem tem dificuldade de se locomover. 

Os projetos incluem também a retirada de parte da fiação elétrica. Para isso, será utilizada iluminação especial com cabeamento subterrâneo. A ocupação de pedestres estará garantida, uma vez, que as calçadas vão ficar mais largas. 

Assim como já acontece na região do Triângulo das Bermudas, na Praia do Canto, os novos polos gastronômicos serão interditados para o trânsito de veículos em horários que serão definidos junto aos moradores e comerciantes. 

Confira abaixo como vão ficar os polos gastronômicos de Vitória: 

Rua da Lama (Jardim da Penha)

A Avenida Anísio Fernandes Coelho, conhecida como Rua da Lama e muito procurada pelos universitários, vai ser revitalizada no trecho entre as Ruas Arthur Czartoryski e Tupinambás. A pista vai ser elevada para ficar no mesmo nível da calçada e pequenas barras de ferro serão colocadas ao longo da via para proteger os pedestres dos veículos.

Centro de Vitória

As intervenções abrangem toda a extensão da Rua Gama Rosa e alguns trechos da Rua Sete de Setembro. As obras vão da Praça Costa Pereira até a altura da escadaria da Piedade, na Rua Maria Saraiva.

Curva da Jurema

Foto: Divulgação/ Prefeitura de Vitória
Projeção da Prefeitura de Vitória sobre como ficará a Curva da Jurema

A área ao redor dos quiosques na Curva da Jurema será reurbanizada e revitalizada. O projeto prevê a troca do piso do calçadão. A região vai também se beneficiar com a instalação do Parque Cultural Reserva Vitória, ocupando uma área de 16 mil m², localizado atrás do Shopping Vitória. 

Mata da Praia e Bairro República

A região onde já funcionam restaurantes com cardápios de diferentes países vai ser revitalizada dando origem ao Polo Gastronômico das Nações. As obras serão feitas na Avenida Carlos Gomes de Sá e nas ruas Ronaldo Marangone e Francisco Fundão, entre os bairros República e Mata da Praia.  

Já na Avenida Dermeval Lyrio, as intervenções acontecem entre a rotatória que dá acesso à Rua Valdir Dutra de Freitas e a Avenida Rosendo Serapião de Souza Filho.

Um trecho da Avenida Rosendo Serapião de Souza Filho, entre a Rua Francisco Fundão e a rotatória que dá acesso à Rua Construtor David Teixeira, também será revitalizado.

Obras nos polos gastronômicos começam em 2022

Os projetos estão em andamento. Alguns já foram apresentados às associações de moradores dos bairros. Na última terça-feira (21), foi detalhado para quem vive no Centro. Segundo o secretário de Desenvolvimento e Habitação da Vitória, Marcelo de Oliveira, as intervenções vão ultrapassar o aspecto físico. 

"Queremos com essas modificações incrementar a atividade econômica nessas regiões, como mais um reforço para o trabalho de comerciantes e de empreendedores na retomada após a pandemia de covid-19", disse.

Pelas previsões do secretário e obedecendo às etapas de calendário de licitação para definir quais empresas irão participar das intervenções, as obras começam a sair do papel ao longo de 2022.

Segundo Marcelo Oliveira, os investimentos de R$ 150 milhões nessas revitalizações e reurbanizações fazem parte do pacote de R$ 1 bilhão anunciado pelo prefeito Lorenzo Pazolini (Republicanos) na última semana e que contempla diversas áreas da cidade.  

"E não vamos simplesmente entregar a obra. Nossa intenção também é assim que esses polos gastronômicos forem implantados oferecer consultoria e apoio para o aprimoramento desses comerciantes e desses estabelecimentos", apontou, citando apoio do Sebrae.