Ventania leva areia da praia para avenida da orla de Vila Velha

Geral

Ventania leva areia da praia para avenida da orla de Vila Velha

Cerca de 21 toneladas de areia já foram recolhidas das avenidas e calçadão das praias do município nesta quarta-feira

Gabriel Barros da Silva Eduardo

Redação Folha Vitória
Foto: divulgação PMVV

Os ventos fortes que chegaram no Espírito Santo no final da tarde desta terça-feira (21) deixaram estragos por várias regiões do Estado. Até a areia das praias do litoral capixaba foram carregadas. Em Vila Velha, cerca de 21 toneladas de areia já foram recolhidas das avenidas e calçadão das praias.

Os ventos fortes deixaram a avenida Estudante José Júlio de Souza, na altura da Praia de Itaparica, cheia de areia. Segundo a Secretaria de Serviços Urbanos do município, equipes de garis percorreram toda a orla para limpar o calçadão e as pistas da avenida.  

Nesta quarta-feira (22), já foram realizadas três viagens de caminhão com sete toneladas em cada. A prefeitura informou equipes estão de prontidão para dar continuidade ao serviço durante o período de instabilidade climática. 

Veja as imagens:

No litoral sul do Espírito Santo, também teve registros de areia nas avenidas que passam pela orla das praias. Em Piúma, uma internauta registrou parte da areia em uma avenida. 

Veja o vídeo:

Estragos foram registrados em vários pontos

Durante a noite, estragos foram registrados em vários pontos do Estado. Na Grande Vitória, a ventania derrubou placas, destelhou casas e provocou falta de energia elétrica em algumas regiões. 

Na Terceira Ponte, principal via que liga Vitória a Vila Velha, a velocidade dos ventos chegou a quase 90 quilômetros por hora.

No bairro Praia do Canto, em Vitória, uma placa de publicidade caiu e atingiu um veículo de passeio. Na avenida Dante Michelini, na orla da praia de Camburi, uma placa de publicidade também caiu. 

Além das placas, os ventos fortes também destelharam uma casa no bairro Redenção, também em Vitória.

LEIA TAMBÉM: Ventos chegam a quase 90 km/h na Terceira Ponte e deixam estragos na Grande Vitória

Na Reta da Penha e em parte do bairro Jardim da Penha, na capital, ruas ficaram sem energia elétrica. Em bairros da Serra também houve registro de falta de energia. 

Há relatos de que semáforos também deixaram de funcionar em algumas vias de Vitória, como a Avenida Fernando Ferrari e a Reta da Penha. 

A EDP informou que em razão razão dos fortes ventos que atingiram a Grande Vitória foram registradas ocorrências pontuais de falta de energia devido a projeção de galhos, árvores, telhas e objetos que caíram sobre a rede elétrica.

Institutos emitem novos alertas de ventos

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) mantém dois alertas para diversas cidades do Espírito Santo. Um deles é de vendaval e compreende 19 municípios capixabas. Cidades litorâneas também estão sob alerta.

Segundo o instituto, pelo menos até as 23 horas desta quarta-feira (22) podem ocorrer ventos com intensidade entre 40 km/h e 60 km/h. O Inmet também alertou sobre um baixo risco de queda de galhos de árvores, em razão do fenômeno.

Ainda de acordo com o alerta do Inmet, os municípios atingidos por esses ventos fortes são: Alegre, Anchieta, Apiacá, Atílio Vivacqua, Bom Jesus do Norte, Cachoeiro de Itapemirim, Guaçuí, Guarapari, Iconha, Itapemirim, Jerônimo Monteiro, Marataízes, Mimoso do Sul, Muqui, Piúma, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul, São José do Calçado e Vargem Alta.

O segundo alerta, válido até as 11 horas de quinta-feira (23), compreende a área de 32 cidades do Espírito Santo, principalmente as do litoral capixaba.

Alegre, Alfredo Chaves, Anchieta, Aracruz, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Conceição da Barra, Domingos Martins, Fundão, Guarapari, Ibiraçu, Iconha, Jaguaré, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Linhares, Marechal Floriano, Muqui, Pedro Canário, Pinheiros, Rio Bananal, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, Santa Teresa, São Mateus, Serra, Sooretama, Vargem Alta, Viana, Vila Velha e Vitória.