• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chuva no ES: Abrigos para cães ficam alagados e animais são resgatados boiando. Saiba como ajudar!

Geral

Chuva no ES: Abrigos para cães ficam alagados e animais são resgatados boiando. Saiba como ajudar!

Animais que vivem em abrigos da Grande Vitória esperando um lar definitivo também foram vítimas da chuva que atingiu o Estado nesta quinta-feira. Saiba como ajudar.

Animais precisam de ajuda Foto: Divulgação

A forte chuva que atinge o Espírito Santo desde a última quinta-feira (30) mobiliza doações não somente para as pessoas, mas também para os animais que vivem em abrigos da Grande Vitória. Indefesos e esperando um lar definitivo, cães e gatos viram os seus lares provisórios serem devastados pelas águas.

No “AuAubergue”, em Laranjeiras, Serra, o sofrimento dos animais começou junto com a chuva. Segundo a responsável pelos bichos, Adriana Andrade, animais tidos como especiais enfrentaram, além do medo, dificuldade de locomoção. “Eu tenho cães com vários problemas aqui. Cães que não podem andar, operados, castrados e idosos. Na hora que tudo encheu, eu estava sozinha. Foi assustador”, relembrou.

Com a água dentro da casa, indefesos, os cães precisam lutar para sobreviver. “São 56 cachorros. Eles ficaram com água na barriga. Eles foram fortes, ficaram boiando. Quando resgatamos, estavam cansados e encharcados”, disse.

Mesmo com todo o caos instalado, Adriana encontrou espaço para socorrer um gato que estava abandonado no momento da tempestade. Com o abrigo inundado, tudo foi perdido. De acordo com Adriana, a ajuda humana neste momento é fundamental. “Estou com medo porque parece que vai chover mais ainda. Precisamos de lençol, toalha, jornais, ração e produto para limpeza. Quem puder ajudar, fico agradecida”, afirmou.

“São 56 cachorros. Eles ficaram com água na barriga. Eles foram fortes, ficaram boiando. Quando resgatamos, estavam cansados e encharcados”.

Quem também sofreu com a perda foi o abrigo “AuAu Carente”. Com mais de 30 animais, foi preciso agilidade e muita força de vontade para superar a força da água. Lívia Guimarães, protetora do abrigo, lamenta a tragédia. “ Quando começou a chover, o nível da água estava baixo. Do nada, os bueiros começaram a borbulhar, veio uma maré e carregou tudo. Até o meu carro foi levado. Todos os cômodos foram inundados”, contou.

Almejando dias melhores e de sol, Lívia pede ajuda para recuperar tudo que perdeu. “Precisamos de muita coisa. Cama, remédio, ração, tudo. Estamos sem nada. Vamos recomeçar do zero”, concluiu.

Saiba o que doar 
Ração para cães e gatos, vermífugos, antipulgas e carrapatos, antibióticos,  anti-inflamatórios, antitérmicos, anestésicos, analgésicos e descartáveis, como luvas, seringas, faixas, gaze e soro fisiológico.

Confira onde doar:
Au Au Carente-
Valparaíso, Serra.
Banco do Brasil. 
Agência: 1400-1
Conta Corrente: 46396-5
Bianca Guimarães Barcellos

Santander
Agência: 4316
Conta poupança: 60-006187-8
Banco: 033
José Délio Barcellos Netto

Caixa Econômica Federal
Agência: 0662
Operação: 013
Conta Poupança: 10648-0
José Délio Barcellos Netto

AuauBerguer- Fone: 3011- 1437 ou 99707- 4315
Bradesco 
Agência: 1331 
Conta 824-9
Adriana Francisco Andrade

Caixa Econômica Federal
Agência 3084- operação 013
Conta Poupança: 2902- 3
Amanda de Oliveira Rasseli