Ministério Público investiga mortes de bebês em hospital de Linhares

Geral

Ministério Público investiga mortes de bebês em hospital de Linhares

Coordenadora do Conselho de Direitos Humanos de Linhares denuncia o 10º caso de morte de recém-nascido, em 2014, no hospital Rio Doce no Norte do Estado

Conselho de Direitos Humanos de Linhares denuncia 10º caso de morte de recém-nascido no hospital Rio Doce Foto: Site de Linhares

O Hospital Rio Doce registra a décima morte de recém-nascido no ano de 2014. A coordenadora do Conselho de Direitos Humanos de Linhares denuncia a negligência no atendimento do hospital. No último sábado (04) um bebê morreu logo após nascer no banheiro do hospital.

A coordenadora do Conselho de Direitos Humanos, Ana Rosa Freire, afirma que “várias crianças vem morrendo. É um descaso com as gestantes, elas chegam em trabalho de parto e são obrigadas a voltar para casa. Quando retornam ao hospital, o feto já morreu. Foram apenas cinco pessoas que procuraram o Centro de Direitos Humanos, mas outras não querem se manifestar, por ter medo de represália.” 

Segundo a conselheira essa não foi a primeira vez que ela precisou ir ao hospital para ajudar uma grávida. Há cerca de duas semanas ela foi ao local com outra gestante que procurou socorro no hospital por oito vezes. Mas a solução só veio depois que a polícia foi acionada.

O Ministério Público Federal (MPF) em Linhares confirmou, por meio de nota, que recebeu no último dia 1 uma denúncia do Centro de Defesa de Direitos Humanos do município, referente à recusa de atendimento no Hospital Rio Doce. A denúncia está em análise no âmbito do MPF e em seguida serão tomadas as providências cabíveis para o caso.

O Ministério Público do Estadual (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Linhares, informou que já existe procedimento para a análise de irregularidades no Hospital Rio Doce. E caso seja constatada a prática de ilícitos, as medidas legais cabíveis serão tomadas.

A equipe de redação procurou o Hospital Rio Doce, mas até o início da noite não retornou as ligações.

Bebê morre após mãe dá à luz em banheiro de hospital em Linhares

A dona de casa Claudia Aparecida chegou ao hospital Rio Doce, por volta das 10 horas, com sangramento e alegou que a bolsa não estourava. No mesmo dia, às 19 horas, a gestante pediu para ir ao banheiro e ao usar o vaso sanitário percebeu que a bolsa havia estourado. O bebê caiu no vaso e não conseguiu sobreviver, mesmo após os procedimentos de reanimação feitos por médicos.