• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

China: tufão atinge região sul do país; 200 mil pessoas são retiradas da região

Geral

China: tufão atinge região sul do país; 200 mil pessoas são retiradas da região

Pequim - Um forte tufão atingiu o sul da China neste domingo, levando fortes ventos e chuva pesada para a região, depois de deixar mais de uma dúzia de pescadores desaparecidos nas Filipinas.

Cerca de 200 mil pessoas foram evacuadas da região antes que o tufão Mujigae atingisse a costa perto da cidade de Zhanjiang, na província de Guangdong, pouco depois das 14h (horário local), de acordo com o Centro Meteorológico Nacional. Por volta das 19h, o centro do tufão foi localizado a cerca de 460 quilômetros a oeste de Hong Kong e em movimento constante para o interior.

O centro já havia emitido um alerta vermelho - mais alto nível de aviso para problemas climáticos - chamando a atenção para a previsão de que 280 milímetros de chuva poderiam cair em alguns lugares na madruga de domingo para segunda-feira. Ainda não houve relatos de feridos ou danos causados pela tempestade.

Com ventos de 180km/h em seu centro, o Mujigae - "arco-íris" em coreano - se movia para noroeste a cerca de 20km/h, segundo o centro meteorológico. O tufão atacou Guangdong e também a ilha resort na província de Hainan, onde milhares de chineses se reúnem para comemorar o feriado nacional de uma semana, que termina na próxima quarta-feira (7). A expectativa é que o tufão perca força nos próximos dois dias, a medida que se direciona para o interior do país.

Dezenas de voos do principal aeroporto de Heikou, capital de Hainan, foram cancelados. O serviço ferroviário de alta velocidade entre Haikou e o centro turístico de Sanya foi suspenso ainda no sábado. Mais de 60 mil barcos de pesca retornaram ao porto nas duas províncias e mais de 40 mil pescadores se mudaram para abrigos, de acordo com os sites do governo provincial.

Enquanto isso, mais de 500 turistas foram abrigados em hotéis na Ilha Fangji, em Guangdong, depois que as tentativas de evacuá-los foram interrompidas pelos fortes ventos, segundo a agência oficial de notícias Xinhua.

Mujigae, o 22º tufão do ano, soprou do norte das Filipinas na madrugada de sábado, causando inundações e deslizamentos de terra em algumas regiões, e deixando mais de um dúzia de pescadores desaparecidos, disse o porta-voz do escritório regional da Defesa Civil, Mike Sábado.

No auge da tempestade, foram relatados mais de 150 desaparecimentos de pescadores, principalmente nas províncias de Pangasinan e La Union, mas a maioria conseguiu voltar para casa após conseguirem abrigo ou serem resgatados no mar. Trinta pescadores permanecem desaparecidas hoje, disse Sábado. Fonte: Associated Press