Furacão Joaquin atinge Bahamas; navio de carga continua desaparecido

Geral

Furacão Joaquin atinge Bahamas; navio de carga continua desaparecido

Redação Folha Vitória

Eleuthera, Bahamas - O furacão Joaquin destruiu casas e causou grandes enchentes ao longo das Bahamas nesta sexta-feira. A Guarda Costeira dos Estados Unidos procura por um navio de carga desativado com 33 pessoas à bordo que perdeu contato durante a tempestade.

A Guarda Costeira divulgou que o barco, de 224 metros, chamado de El Faro, estava localizado perto de Crooked Island, uma das ilhas mais atingidas pelo furacão. De acordo com autoridades, a tripulação inclui 28 cidadãos norte-americanos e cinco da Polônia.

"Esse barco está desativado basicamente ao lado do olho do furacão Joaquin", disse o capitão Mark Fedor. "Nós vamos em busca dele tentar salvar vidas. Nós iremos até onde pudermos em termos operacionais", declarou.

As autoridades afirmaram que não conseguiram restabelecer a comunicação com o navio, que viajava de Jacksonville, na Flórida, para San Juan, em Porto Rico. A Guarda Costeira divulgou que, mais cedo, a tripulação avisou que foi capaz de conter a água que entrava no barco.

O navio desapareceu quando o furacão estava classificado na categoria 4. Agora, o Joaquin já perdeu força e tornou-se de categoria 3.

O Centro Nacional de Furacões dos EUA afirmou que a ameaça do furacão Joaquin para a costa leste do país estava diminuindo, com novas previsões mostrando que ele deve se dirigir ao Oceano Atlântico e enfraquecer nos próximos dias.

Entretanto, a tempestade, mesmo que mais lenta, continua a atingir partes das Bahamas, cortando a comunicação de diversas ilhas, a maioria com poucos habitantes. Não houve relatos de feridos ou mortos, informou o capitão Stephen Russel, diretor da Agência Nacional de Administração de Emergência de Bahamas.

As autoridades na ilha de Turks & Caicos fecharam todos os aeroportos, escolas e escritórios do governo. Bermudas emitiu um alerta de tempestade tropical. Fonte: Associated Press.