Aulas na Ufes de Maruípe são suspensas após novo protesto de moradores do Bairro da Penha

Geral

Aulas na Ufes de Maruípe são suspensas após novo protesto de moradores do Bairro da Penha

Eles decidiram interditar completamente a Avenida Maruípe logo após o enterro do jovem Wedson de Souza Pereira, de 16 anos, morto durante confronto com a Polícia Militar

Manifestantes fecharam a Avenida Maruípe por cerca de meia hora, no final da manhã desta quarta-feira Foto: Reprodução

Após o enterro do jovem Wedson de Souza Pereira, de 16 anos, morto durante uma operação da Polícia Militar no Bairro da Penha, em Vitória, na manhã da última terça-feira (25), moradores da região que estavam presentes no sepultamento realizaram uma nova manifestação. Dessa vez, o protesto aconteceu na Avenida Maruípe, próximo ao Quartel da Polícia Militar.

De acordo com a Guarda Municipal de Vitória, a avenida foi completamente interditada pelos manifestantes por cerca de meia hora, no final da manhã desta quarta. Com medo, alguns comerciantes decidiram fechar as portas de seus estabelecimentos mais cedo.

Por causa do clima de insegurança que se estabeleceu na região, a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) decidiu suspender as aulas de alguns cursos no campus de Maruípe, já que a confusão aconteceu próximo à parte sul da universidade. 

No campus de Maruípe, funcionam oito cursos de graduação e cinco de pós-graduação. A Ufes, no entanto, não informou quantos cursos tiveram a aula suspensa.

Ainda de acordo com a Ufes, por orientação da Polícia Militar, o Restaurante Universitário localizado no campus também fechou mais cedo. No entanto, o Hospital Universitário funcionou normalmente.