Presidente das Filipinas volta a criticar EUA e aponta casos antigos

Geral

Presidente das Filipinas volta a criticar EUA e aponta casos antigos

Redação Folha Vitória

Manila, Filipinas - O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, reacendeu suas críticas aos Estados Unidos nesta terça-feira, trazendo à tona antigos ressentimentos e jogando algumas novas reflexões sobre a influência americana no seu país e na sua região.

Em discurso no Aeroporto em Manila, conforme informações da CNN, o líder controverso novamente mirou no seu aliado internacional de longa data. O discurso ecoou comentários que ele fez há uma semana em Pequim, quando anunciou o fim da relação das Filipinas com os EUA.

Duterte afirmou que a briga começou na campanha presidencial, em maio deste ano. Na época, o presidente fez uma "piada" sobre um estupro que ocorreu em 1989, período em que era prefeito da cidade de Davao, e foi criticado pelo embaixador americano nas Filipinas, Philip Golberg. "Eles começaram essa briga. Depois disseram que iam cortar a assistência, e eu disse: "não nos fazem como seus cães, como se eu fosse seu cachorro em uma coleira, que você joga um pão onde eu não possa pegar". E completou: "em uma eleição em outro país você deve ter cuidado com a sua boca", disse.