Forças apoiadas pelos EUA retomam capital do Estado Islâmico na Síria

Geral

Forças apoiadas pelos EUA retomam capital do Estado Islâmico na Síria

Redação Folha Vitória

Beirute - As forças apoiadas pelos Estados Unidos afirmaram na terça-feira que capturaram a capital de facto do Estado Islâmico, Raqqa, na Síria. Com isso, o grupo terrorista perde seu último importante bastião urbano no Oriente Médio. As Forças Democráticas Sírias, lideradas pelos curdos, apoiadas por ataques aéreos e forças especiais dos EUA, afirmaram que concluíram a batalha de quatro meses com o Estado Islâmico na cidade.

"As operações militares dentro da cidade estão completamente encerradas", afirmou Talal Silo, um porta-voz das Forças Democráticas Sírias. Segundo ele, é realizado um pente-fino na cidade para garantir que não existam células adormecidas dos extremistas e para retirar minas.

O grupo de monitoramento Observatório Sírio pelos Direitos Humanos também afirmou que Raqqa foi retomada neste terça-feira. A cidade tornou-se um sinônimo do reinado de terror dos extremistas em seu autodeclarado califado, que chegou a ter o tamanho equivalente ao da Bélgica em 2014.

A derrota ocorre três meses após a queda de Mossul, segunda maior cidade do Iraque e o maior centro urbano sob controle do Estado Islâmico. Fonte: Dow Jones Newswires.