Setop analisa estudo com pedido de aumento na tarifa de passagens de ônibus do sistema Transcol

Geral

Setop analisa estudo com pedido de aumento na tarifa de passagens de ônibus do sistema Transcol

Segundo a Setop, o estudo foi apresentado pelos consórcios representados pelo Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GVBus)

A Secretaria de Transportes e Obras Públicas do Espírito Santo (Setop) vai analisar um estudo que possui pedido de aumento da tarifa cobrada nos coletivos do sitema Transcol. Segundo a Setop, o estudo foi apresentado pelos consórcios representados pelo Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GVBus).

A Setop disse, por meio de nota, que a data prevista em contrato para reajuste da tarifa do sistema Transcol é o mês de janeiro. A reportagem acionou o GVBus para comentar sobre o estudo apresentado à secretaria e saber o valor do suposto reajuste na cobrança das passagens de ônibus na Grande Vitória, mas o sindicato não se manifestou.

O GVBus representa cinco consórcios. São eles: Consórcio Centro Sul e Serra que operam o Serviço Seletivo e o Consórcio Cidadania, responsável pelo planejamento e operação do Serviço Especial Mão-na-Roda e os consórcios Atlântico Sul e Sudoeste, responsáveis pela operação do Sistema Transcol.

Além disso, o sindicato também representa 11 empresas operadoras do mesmo sistema, que são: Metropolitana, Praia Sol, Vereda, Serramar, Serrana, Expresso Santa Paula, Santa Zita, Nova, Granvitur, Unimar e Satélite.

O Sistema

Com 1.450 ônibus operantes, o sistema Transcol transporta 15,6 milhões de passageiros por mês. São os cidadãos que fazem a economia capixaba crescer. Cada ônibus percorre mensalmente mais de 6,4 mil quilômetros. O Transcol integra seis municípios da Grande Vitória: Serra, Cariacica, Viana, Vila Velha, Vitória e Guarapari. O sistema conta com 313 linhas e dez terminais de integração. O Transcol é feito a partir de um trabalho conjunto das operadoras do sistema com o Governo do Estado.