• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Turmas com menos de 50% dos alunos em sala de aula não precisarão fazer revezamento

CORONAVÍRUS

Geral

Turmas com menos de 50% dos alunos em sala de aula não precisarão fazer revezamento

A medida, anunciada pelo governador Renato Casagrande nesta sexta-feira, vale a partir da próxima segunda-feira para todas as escolas da rede estadual

Foto: Reprodução

A partir da próxima segunda-feira (26), as escolas da rede estadual do Espírito Santo não serão obrigadas a realizar o revezamento dos alunos, caso a quantidade de estudantes que estiverem frequentando as aulas presenciais for menor de 50% do total de alunos matriculados em cada turma. A medida foi anunciada pelo governador Renato Casagrande no final da tarde desta sexta-feira (23), durante um pronunciamento online.

A medida vale tanto para alunos do Ensino Médio, que retornaram às atividades presenciais no último dia 13, quanto para alunos do Ensino Fundamental das escolas estaduais, que retornarão nos próximos dias. O revezamento é feito somente com os alunos que optaram por voltar a frequentar as aulas presenciais. Quem preferir, pode continuar os estudos somente pelas aulas remotas, por meio do Programa EscoLAR.

"Tem muitas escolas e muitas turmas em que o número de alunos do ensino médio que estão frequentando a sala é um número abaixo de 50% [do total da turma]. Então nós estamos tratando o revezamento, a partir de segunda-feira, como uma prática se houver necessidade. Se a diretora da escola verificar que, na sala de aula, o somatório de alunos de uma semana e de outra não chegar a 50% da turma, não há necessidade do revezamento. O revezamento é se houver demanda que, nas duas semanas somadas, passar de 50%", explicou Casagrande.

"O revezamento é para que a gente mantenha o distanciamento e a não aglomeração. Se não tiver proximidade e o número de alunos presentes em cada sala de aula é menor do que 50%, então nós podemos manter as aulas sem revezamento", completou o governador.

Na próxima segunda-feira, as aulas presenciais serão retomadas para os estudantes do Ensino Fundamental II. Já os alunos do Fundamental I das escolas da rede estadual retornam às aulas presenciais no dia 9 de novembro. O retorno das atividades presenciais só está autorizado nos municípios que se encontram no risco baixo para a covid-19, conforme classificação do Mapa de Risco, elaborado pelo governo do Estado.

Para voltarem a ter aulas presenciais, todas as escolas estão tendo de cumprir uma série de medidas, conforme o protocolo estabelecido pela Portaria Conjunta da secretarias estaduais da Saúde (Sesa) e de Educação (Sedu). Entre essas medidas está a adoção do regime de revezamento entre os alunos que optarem por voltar a frequentar as salas de aula — em uma semana, metade da turma comparece às escolas e a outra metade permanece no ensino remoto e, na outra, esses estudantes se revezam.