Chuva no ES: 400 pessoas estão desalojadas em Viana e prefeito decreta situação de emergência

Geral

Chuva no ES: 400 pessoas estão desalojadas em Viana e prefeito decreta situação de emergência

Em nota, a prefeitura afirmou que nesta terça-feira (12) teve a informação de que será autorizada a limpeza e dragagem do Rio Formate, que corta bairros do município e provoca os alagamentos

Bianca Santana Vailant

Redação Folha Vitória
Foto: Reprodução/Prefeirura de Viana

Viana decretou, no início da noite desta terça-feira (12), situação de emergência no município. De acordo com informações do prefeito da cidade, Wanderson Bueno, 400 pessoas estão desalojadas e 5 desabrigadas no município. 

Ainda segundo o prefeito, "são três dias de intensas chuvas, e mais de 200 milímetros desde domingo". 

"Nós tivemos a oportunidade de fazer uma ronda no município desde o dia de ontem (segunda-feira), onde foram registrados mais de sete bairros que tiveram casas inundadas, pessoas desalojadas, aproximadamente 400 pessoas, cinco estão em situação de abrigo", disse. 

A Prefeitura de Viana informou que todas as 400 pessoas estão nas casas de parentes ou amigos. Sobre as cinco pessoas que estavam em um abrigo da prefeitura, todos da mesma família — sendo dois adultos e três crianças —, a prefeitura informou que eles já retornaram para casa.

Defesa Civil de Viana está nas ruas 

Mais de 55 ligações para a central de Defesa Civil Municipal foram registradas. Segundo o prefeito, "todos esses chamados foram atendidos pelas nossas equipes que estão pela cidade". 

O  prefeito explicou como vai funcionar o trabalho das equipes da Defesa Civil Municipal. Além disso, reforçou que qualquer pessoa que esteja em situação de risco deve procurar o município. 

"Nesse momento nós estamos atendendo as pessoas que foram atingidas, à medida em que a água for baixando entra toda a nossa estrutura de serviços para que a gente possa organizar a cidade e voltar à normalidade", afirmou.
Prefeitura anuncia limpeza do rio Formate

Em nota, a prefeitura afirmou que nesta terça-feira (12) teve a informação de que será autorizada a limpeza e dragagem do Rio Formate, que corta bairros do município e provoca os alagamentos.

A solicitação foi realizada em forma de projeto há alguns meses ao Governo do Estado e deve ter início em breve.

Leia também: Novo alerta de chuvas com perigo potencial é emitido para todo o ES

Veja o prununciamento do prefeito na íntegra:

Veja mais: Pelo menos 16 pessoas já deixaram suas casas por causa da chuva no Espírito Santo

Entenda a situação de Viana segundo o boletim da Defesa Civil Estadual

Em Viana, seis pessoas estão desalojadas e cinco desabrigadas, segundo a Defesa Civil estadual. Os desabrigados são da mesma família, que tiveram de sair de casa por causa de uma infiltração no telhado da residência, no bairro Bom Pastor.

Em nota, a Prefeitura de Viana informou que a cidade conta com dois adultos e três crianças alojados em situação transitória, mas que devem retornar após correção no telhado da moradia.

As áreas mais atingidas pela chuva no município são: 

Centro, Bom Pastor, Ribeira, Ipanema, Universal, Canaã, Primavera, Industrial, Marcílio de Noronha, Arlindo Villaschi, Campo Verde, Nova Bethânia, Vila Bethânia, Areinha, Caxias do Sul, Soteco, Vale do Sol, Morada de Bethânia, Coqueiral de Viana, Parque Industrial, Jucú e Araçatiba.

Também foram afetadas as comunidades de Santo Agostinho, Loteamento Verona, Piapitangui, Nova Belém, Loteamento Santa Júlia, Tanque, Córrego da Onça e Santa Terezinha, além da zona rural da cidade.

Foram registrados um deslizamento de terra na Rua Antônio Menezes, em Nova Belém, e a queda de um muro em Nova Betânia.

Leia também: Leptospirose e Hepatite podem ser transmitidas em água de enchentes. Veja como se proteger!