Atentado suicida mata 21 na capital do Iraque

Geral

Atentado suicida mata 21 na capital do Iraque

Redação Folha Vitória

Bagdá - Um suicida realizou um ataque durante uma cerimônia fúnebre em Bagdá de um combatente de uma milícia xiita, matando 21 pessoas nesta sexta-feira. O miliciano que era homenageado havia morrido em um confronto contra o Estado Islâmico.

O extremista detonou vários explosivos, na cerimônia realizada no subúrbio de Hay al-Amal, no sudoeste da capital do Iraque, disse uma autoridade policial. Pelo menos 46 pessoas ficaram feridas na explosão.

O miliciano havia sido morto durante um confronto contra o Estado Islâmico na província de Anbar, no oeste do Iraque, segundo a polícia.

Nenhum grupo reivindicou até agora a autoria do ataque, mas o Estado Islâmico frequentemente realiza atentados em reuniões de xiitas. O grupo radical sunita considera os xiitas apóstatas, que desobedecem as diretrizes do Islã. O Estado Islâmico controla uma grande área entre o Iraque e a vizinha Síria, em seu autodeclarado califado.

A violência do Estado Islâmico já matou centenas de iraquianos e levou dezenas de milhares de pessoas a fugirem de suas casas.

Também nesta sexta-feira, uma bomba foi detonada em uma mesquita xiita de Cidade Sadr, matando pelo menos cinco pessoas e ferindo 15, segundo policiais. Fontes de hospitais confirmaram o número de vítimas, pedindo anonimato. Fonte: Associated Press.