França para a fim de homenagear vítimas de ataques em Paris

Geral

França para a fim de homenagear vítimas de ataques em Paris

Redação Folha Vitória

Paris - A França realizou um minuto de silêncio nesta segunda-feira, para homenagear as pessoas mortas pelos ataques terroristas da sexta-feira. Na Universidade Sorbonne, o presidente François Hollande apareceu ao lado do primeiro-ministro Manuel Valls, cercado por universitários e estudantes mais jovens. Muitas das vítimas dos ataques eram jovens.

Várias centenas de pessoas se reuniram diante da Catedral de Notre Dame, em Paris. Os sinos da catedral soaram por 15 minutos. Dois bispos ficaram diante da porta do templo, diante da multidão, que se dispersou calmamente após a breve cerimônia.

Também houve grupos reunidos na Place de la République, praça próxima ao local de ataques da sexta-feira, que se tornou um foco para as homenagens desde os ataques ao semanário Charlie Hebdo em janeiro. A estação de trens Saint-Lazare, movimentada, ficou em completo silêncio, para a homenagem de um minuto às vítimas. Muitas pessoas fecharam os olhos, sob o olhar de dezenas de soldados e policiais na área.

Hollande falará à Assembleia Nacional e ao Senado, mais tarde em Versailles. Ele deve repetir os pedidos de união nacional e informar as medidas do governo para reforçar a segurança, após a tragédia.

Pela capital, a vida começava a voltar ao ritmo normal. Lojas abriram e as ruas estavam movimentadas, enquanto pessoas voltavam ao trabalho após os dramáticos eventos do fim de semana. Museus, livrarias e outras atrações culturais reabriram. A Torre Eiffel voltará a receber turistas na quarta-feira. As crianças foram à escola, mas as viagens escolares permanecem proibidas, por questão de segurança. Uma proibição de reuniões públicas permanecerá em vigor até quinta-feira. Fonte: Dow Jones Newswires.