Libéria registra primeira morte por ebola desde julho

Geral

Libéria registra primeira morte por ebola desde julho

Redação Folha Vitória

Monróvia - Um adolescente morreu de ebola na Libéria, informou nesta terça-feira uma autoridade do setor de saúde do país. Trata-se da primeira morte desde julho pela doença em um dos três países do oeste da África que tem sido os mais assolados pela maior epidemia dessa enfermidade na história.

O jovem de 15 anos morreu na noite de segunda-feira, informou o médico Francis Kateh, diretor interino do Sistema de Controle de Ebola da Libéria. O garoto, que vivia no distrito Paynesville, foi o primeiro paciente da doença no país desde setembro, quando o país foi declarado pela segunda vez livre da enfermidade.

O pai e um irmão do jovem também testaram positivo e foram levados a um centro de tratamento de ebola, junto com a mãe e outros dois irmãos. Funcionários do setor de saúde identificaram quase 160 pessoas que corriam o risco de contrair a doença, entre eles oito trabalhadores do setor médico que "estão em alto risco porque tiveram contato direto com o garoto", disse Sorbor George, porta-voz do ministro da Saúde do país.

A Libéria informou nesta segunda-feira que buscou ajuda de dois especialistas dos Centros para o Controle e a Prevenção de Doenças dos EUA, para determinar a causa dos últimos casos.

Mais de 11.300 mortes foram registradas durante toda a epidemia, confirmada pela primeira vez em março de 2014 e concentrada na Libéria, em Serra Leoa e na Guiné, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). A Libéria já teve mais de 4.800 mortes e mais de 10.600 casos. Fonte: Associated Press.