Novo naufrágio na Grécia mata pelo menos 11 refugiados

Geral

Novo naufrágio na Grécia mata pelo menos 11 refugiados

Este novo naufrágio soma-se à uma dezena que ocorreram desde segunda-feira ao largo das ilhas gregas de Lesbos, no noroeste do Mar Egeu, e Rodes, situada no sudeste do Mar Egeu

Pelo menos 11 migrantes, dos quais seis crianças, morreram afogados hoje (1º) na ilha grega de Samos, no leste do Mar Egeu, quando a embarcação em que viajavam virou, informou a guarda costeira grega.

Dez pessoas foram encontradas mortas na cabine do barco, que vinha da costa turca, enquanto o corpo de uma jovem foi encontrado na costa de Samos, no Mar Egeu, onde dezenas de refugiados morreram nos últimos dias em naufrágios sucessivos.

Quinze pessoas sobreviveram ao naufrágio e pelo menos dois migrantes estão desaparecidos, segundo as autoridades.

Este novo naufrágio soma-se à uma dezena que ocorreram desde segunda-feira ao largo das ilhas gregas de Lesbos, no noroeste do Mar Egeu, e Rodes, situada no sudeste do Mar Egeu, que separa a Grécia da Turquia e que já contabilizam cerca de 60 mortos, dos quais 28 crianças.

Com a chegada do tempo chuvoso e a corrida dos refugiados para tentar chegar antes do fechamento das fronteiras europeias, o número de vítimas encontradas nas águas gregas do Egeu chegou a mais de 80, na maioria crianças, somente no mês de outubro, de acordo com a balanço feito pela agência de notícias AFP.

Desde o início do ano, o número de refugiados que entraram na Grécia pelo mar atingiu 580.125, segundo os dados do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (Acnur), de um total de 723.221 chegadas no Mediterrâneo. Na Itália, 140.200 pessoas entraram por mar.